quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Robocop: Detroit, mas com o pézinho em Tókio

  Poster japonês de Mad Max (1979 de George Miller) e o do remake de Robocop (2014 de José Padilha) para IMAX. E salve Nossa Senhora da Cultura Pop, que se regozija com a antropofagia.

Talvez seja acidental, mas expõe de certo modo onde estão mirando. Sem fazer, claro, nenhum juízo de valor do filme que ainda vai estrear, apenas apontando uma curiosa similaridade.

E em se tratando de blockbuster nunca se sabe direito onde começam as meras referências artísticas e acabam os interesses de mercado. Uma coprodução com a Columbia, propriedade da Sony...

Mas vá lá, essa ligação nipônica não é novidade no universo do Policial do Futuro. O filme de 1987, dirigido por Paul Verhoeven, guarda evidentes pontos em comum com o argumento do mangá e anime 8 Man ( 8マン), um dos primeiros a ser exibido em outros países, inclusive no Brasil.

O personagem japonês criado em 1963 é considerado o precursor dos heróis cyborgs deles. A história basicamente gira em torno de um policial que morto por bandidos é reconstruído com partes de robô, voltando à ativa para combater malfeitores.

Os primeiros esboços aprovados para o visual do Robocop 80’s revelariam influências de 8 Man e do tokusatsu Detetive Espacial Gavan (Uchuu Keiji Gavan/ Space Sheriff Gavan, 1982). Conceitos que em parte parecem ter sido reaproveitados na refilmagem.

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails