sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Avante, Capitão Falcão!

Feministas, comunistas, barbudos e capitães de abril tremam! Portugal se rende a seu herói de todas as horas, Capitão Falcão e seu fiel escudeiro Puto Perdiz.

Surgido como piloto para série de TV (que nenhuma emissora de televisão quis!), o personagem alcançou tanto sucesso na internet, que mereceu virar um longa a estrear em 2014! Dirigido pelo estreante João Leitão, o filme se passa na década de 60 em pleno regime de Salazar.


Capitão Falcão é o braço direito do Regime Novo, sempre alerta principalmente contra a ameaça vermelha. Ironicamente fascista, não olha os meios para atingir os fins: Por amor à nação, exterminar os que defendem a bandalheira da liberdade e democracia.

Filmado no estilo “old school”, é esperado que nem todos entendam que o mocinho na verdade é o vilão, e os antagonistas os mocinhos. Como realmente era produzido qualquer material aprovado pelo governo nos tempos de ditadura.

Comparando male mar, Capitão Falcão está para a política como a Irmã Cleycianne está para os evangélicos. Até hoje vai gente comentar impropérios cristãos no blog como se ela realmente fosse uma crente extremista!

O herói é muito oportuno nesses tempos em que voltou à moda reclamar do comunismo, como se as notícias do fim da Guerra Fria não tivessem chegado devidamente à cabeça do Zé Povim. Enfim, gente estranha suspirando saudosamente pelos anos de chumbo não é privilégio brasileiro.

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails