terça-feira, 1 de outubro de 2013

Túnel do tempo ou na gôndola do mercado

Uma paixão: produtos ainda no mercado que não atualizam suas embalagens há muuuuito tempo. Grampos de cabelo Gigita, por exemplo!

Inventaram a pílula anticoncepcional, começou e acabou a ditadura militar, tivemos as Diretas Já, caiu o Muro de Berlim, Impeachment de um presidente, chegou a internet, trocamos de Papa três vezes e a moça da Gigita continuou a mesma! Mais vigorosa que a Gina, que ganhou recauchutada recente.

Chutaria, pela sobrancelha afinada principalmente, que se trata dos anos 70. Mas entrando na página da marca há uma ostentação de “55 anos” (1958), então, fiquei na dúvida se não seria algo dos anos 60...

Me encanta também a recomendação de que se trata de um produto para "uso externo". E não consigo pensar em outro uso além de segurar bob's, prender cabelo e abrir fechadura em filmes de detetive.

Enfim, se o produto for tão duradouro quanto o designe da embalagem... Olha, minha senhora!!! Ninguém precisa nunca mais comprar grampos de cabelo na vida (se não precisar de mais do que 100, claro!).

Veja também:
Tá nervosinha? Maracugina
Hené Maru na cabeça do Brasil
Gina e Sal Cisne
Segredinho dos cabelos 40's


[Ouvindo: Adventure – Mark Wirtz Orchestra]

4 comentários:

Nayara disse...

Maravilhosa, rs. E nem estava sabendo que a dona Gina se modernizou.

Miguel Andrade disse...

Nayara, Gina mudou faz um certo tempo. Ela agora é uma pintura.

Koppe disse...

Não é só em filmes de detetive, os grampos funcionam sim na vida real. As fechaduras de porta são um pouco mais complicadas, mas a maioria abre. Já os cadeados, são bem fáceis e qualquer um pode aprender.

Essa imagem mostra mais ou menos como deve fazer: http://i.imgur.com/1HnghK5.jpg
E essa mostra como devem ser dobrados os grampos: http://i.imgur.com/o902roe.jpg

Miguel Andrade disse...

Koppe, e ironicamente outro dia precisamos estourar o cadeado do portão aqui de casa quando perdemos a chave.

Related Posts with Thumbnails