quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Grã fina com hábitos de pedreiro

Daí a Stella Simpson esta passeando com a sua Cecizinha e se depara com um rapaz de shortinho praticando patinação. Fina, cobiça, mas não dá cantada do tipo “Oh, lá em casa”.

Em exibição no canal Viva, a novela Água Viva é deliciosamente anacrônica por natureza. Produzida em 1980, colocava em debate posturas que não faziam parte do cotidiano da maioria, mas que haviam sido apontadas como tendências nos tresloucados 70’s.

Mulher cantando homem de igual pra igual, ou o desejando publicamente, é tão incomum hoje quanto era há 33 anos. Assim como topless em praia, discutido na novela de Gilberto Braga como se fosse uma obviedade que todo mundo praticaria no amanhã.

Notável que todos os rapazes que a personagem da Tonia Carrero paquera são tão objetos que muitas vezes nem close de rosto têm. Compartilhamos a visão dela da cintura pra baixo, o que, em se tratando de um corpo masculino, é ousado até pras novelas de hoje.

Fora isso, eles poderiam estar num dos clássicos da Falcon. O visual desse patinador mesmo, com as meias listradas, citei erroneamente num post antigão como típico da industria pornô de outrora, leia clicando aqui.

E tem lance do short dele também. Saudosos shortinhos esportivos que iriam voltar á moda (Veja este post de 2010), mas infelizmente só os vi na arara de um hipermercado...

Tudo isso e Água Viva está apenas no capítulo 20! Vem aí ainda lanchas explodindo, assassinatos, catfights, chantagens, conversinhas de manicure e muito alpinismo social.

Veja também:
Vamos malhar? VAMOS!
Valia tudo nos dias dançantes

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails