quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Almodóvar por ordem de preferência

  • 19 - Os Amantes Passageiros (2013)
  • 18 - Fale com Ela (2002)
  • 17 - A Pele que Habito (2011)
  • 16 - A Flor do Meu Segredo (1995)
  • 15 - Kika (1993)
  • 14 - Abraços Partidos (2009)
  • 13 - Volver (2006)
  • 12 - Pepi, Luci, Bom e Outras Garotas de Montão (1980)
  • 11 - Ata-me (1990)
  • 10 - Maus Hábitos (1983)
  • 09 - Matador (1986)
  • 08 - Labirinto de Paixões (1982)
  • 07 - Carne Trêmula (1997)
  • 06 - De Saltos Altos (1991)
  • 05 - Tudo Sobre Minha Mãe (1999)
  • 04 - Má Educação (2004)
  • 03 - A Lei do Desejo (1987)
  • 02 - Que Fiz Eu Para Merecer Isto? (1984)
  • 01 - Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos (1988)

Tudo isso pra falar que assisti a Os Amantes Passageiros (Los amantes pasajeros, 2013) e gostaria muito de receber de volta os 90 minutos gastos com ele. Creio que nem a Globo Filmes em seus momentos mais inspirados nos brindaram com tamanha nulidade.

Enquanto estava sendo feito, o produtor Agustín Almodóvar chegou a defini-lo como uma comédia rasgada aos moldes dos antigos filmes do irmão. Uma ofensa à fase mais inspirada do irmão.

E filme meia boca de diretor que a gente gosta cabe o texto: “Não é um grande filme, mas mesmo assim é melhor do que muita coisa”. Olha, não aqui. Pra ser um filme meia boca, Os Amantes Passageiros precisa melhor muito.

Roteiro tão afoito e histriônico que parece ser daquelas coisas que artistas fazem para cumprir contratos. Seria uma boa desculpa se não fosse uma produção do diretor mesmo.

Pelo fim da Romero Brittorização do Almodóvar. Repetir apenas a estética sem respaldo conceitual não dá nem pra chamar de enfadonho.

[Ouvindo: La Muerta Del Angel – Astor Piazzola & Gary Burton]

8 comentários:

Anônimo disse...

Também achei uó.

Miguel Andrade disse...

Anônimo, pensei que o povo que reclamava estava exagerando. mas estavam certos! :(

Alexandre disse...

Não consigo entender pq ele é tão admirado, talvez eu seja chato demais pra entrar no clima dos filmes dele. rs


único filme que vi dele foi Pepi, Luci, Bom e Outras Garotas de Montão

Miguel Andrade disse...

Alexandre, então está explicado. Esse que você viu é apenas o primeiro.

Chuto que, num tempo de extremo caretismo ele surgiu com um frescor revitalizando velhos estilos de Hollywood. Mas ultimamente ele tem demonstrado cansaço.

Flavimar disse...

Ainda não vi esse último, mas ouvi vários comentários dizendo que não vale a pena mesmo. Agora, me surpreendi com "A flor do meu segredo" lá embaixo. Gosto tanto...

Miguel Andrade disse...

Flavimar, é uma boçalidade!!!

Ah, mas fora ele, todos aí da lista são ótimos. Só tentei organizar a ordem como mais, mais. rs

Raí disse...

Faço minhas as suas palavras:

Roteiro tão afoito e histriônico que parece ser daquelas coisas que artistas fazem para cumprir contratos. Seria uma boa desculpa se não fosse uma produção do diretor mesmo.

Pelo fim da Romero Brittorização do Almodóvar. Repetir apenas a estética sem respaldo conceitual não dá nem pra chamar de enfadonho.

Miguel Andrade disse...

Raí, terrível! Me senti constrangido assistindo.

Pior, como admirador dele, me senti traído. Ele não cheira bem faz tempo, mas isso foi o cúmulo.

Related Posts with Thumbnails