terça-feira, 18 de junho de 2013

Onde só os cinegrafistas fortes sobrevivem

Em faroeste só os câmeras deviam sofrer mais do que cavalos e dublês (de índios)! É visível o risco eminente durante as filmagens de Rastros do Ódio (The Searchers, 1956 de John Ford).

 Pelo menos no making off nada é dito sobre algum deles ter ficado seriamente ferido. Mas uma boa patada equina em alta velocidade não deve ser algo suave de se levar.

Se bem que a câmera era um trambolho tão grande que pode até protegê-lo. Salvo pelo VistaVision!

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails