terça-feira, 27 de novembro de 2012

4 vezes Nancy Allen

Carrie, A Estranha (Carrie, 1976 de Brian De Palma)

Vestida Para Matar (Dressed to Kill, 1980 de Brian De Palma)

RoboCop - O Policial do Futuro (RoboCop, 1987 de Paul Verhoeven)

Irresistível Paixão (Out of Sight, 1998 de Steven Soderbergh)
Pode-se dizer que a carinha de Nancy Allen é também a de boa parte dos anos 70 e 80, embora o grande público não reconheça seu nome. Esteve presente em grandes sucessos de bilheteria, quase sempre como coadjuvante de destaque.

A começar por Carrie, A Estranha, onde foi a antagonista mimada, parceira do jovenzinho John Travolta no amor e nas maldades. Outra parceria marcante fez com Robocop, mas do lado do bem, como a policial meio fanchinha.

Conheceu o diretor Brian De Palma nas filmagens de Carrie e casou-se com ele dois anos depois. Relacionamento que duraria cinco anos, gerando outros três filmes juntos, marcando bem sua imagem aos trabalhos da melhor fase do então marido.

Mesmo estourando a boca do balão com Robocop (virou desenho animado, bonequinha e todo tipo de quinquilharia) sua carreira começou a minguar. Topou aparecer nas sequencias de 1990 e 1993, sendo que nem o protagonista Peter Weller está nesta última.

Além disso, sua filmografia ainda conta com coisas como Poltergeist III (1988 de Gary Sherman) e várias produções televisivas obscuras. A pequena aparição em Irresistível Paixão de 98, sob direção do então queridinho da mídia Soderbergh, tinha gosto de participação especial de atriz cult.

Na década passada trabalhou pouquíssimo e em coisas irrelevantes. Não há informações de novos trabalhos desde 2008.

6 comentários:

elemesmo disse...

"Conheceu o diretor Brian De Palma nas filmagens de Carrie e casou-se com ele dois anos depois. "

Depois de ter visto a "escova" (proj."A Vingança dos Nerds")dela eu casaria também. O Brian DePalma deve ter mandado voltar a cena umas quatro vezes.

E o Polanski, que segundo a Natassja Kinski foi quem a "inaugurou"?

Miguel Andrade disse...

Elemesmo, a ceninha do carro com o JT?

Será que na época ele ainda estava com a Margot Kidder? rs

Meu Deus! Esse Polanski é da família pimba! Bobeou...

elemesmo disse...

Não é a cena do carro com o JT, mas a dela e de umas anônimas no vestiário feminino logo do começo do filme. Foi nessa cena que ele gamou na mulher.

Nem sabia que já teve algo com a Margot Kidder. Fez boa troca.

Miguel Andrade disse...

Elemesmo, ah sim! Acho aquela cena inicial no vestiário muito dramática! rs

Teve! Kidder protagoniza um filme dele bem bacana.

Alex Gonçalves disse...

Talvez tenha sido a parceria mais bizarra entre marido e atriz da história do cinema: se não bastasse ter estreado como a vadia do colégio em "Carrie - A Estranha", as três parcerias seguintes com De Palma se daria em papéis de garotas de programa (inclui aí o horroroso "Home Movies", que quase ninguém viu). Tenho um carinho especial por Nancy Allen, pois sua Liz Blake de "Vestida Para Matar" é uma personagem impossível de não amar. Uma pena sua carreira não ter prosseguido muito bem após o casamento desfeito e o sucesso de "Robocop".

Miguel Andrade disse...

Alex, e em Robocop ela está irreconhecível.

Related Posts with Thumbnails