terça-feira, 2 de outubro de 2012

4 vezes Christina Applegate

Protagonista na infância em Grace Kelly (1983 de Anthony Page)
Kelly Bundy em Um Amor de Família (Married with Children, 1987 - 1997)
Sharona em Marte Ataca! (Mars Attacks!, 1996 de Tim Burton)
Veronica Corningstone em O Âncora: A Lenda de Ron Burgundy  (Anchorman: The Legend of Ron Burgundy, 2004 de Adam McKay)

Filha de produtor de TV, Christina Applegate estrou na TV ainda bebê, num comercial de fraldas. Só passaria a ter seu nome reconhecido a partir de 1987, ao participar da série Um Amor de Família (Married with Children).

A loira burrinha Kelly virou a sensação dos adolescentes. Burrinha é jeito de falar, a primogênita dos
Bundy era uma porta!

Logo tentou o salto da TV para o cinema, sendo a comédia juvenil Viva! A Babá Morreu (Don't Tell Mom the Babysitter's Dead, 1991 de Stephen Herek) a que melhor capitalizou sobre seus fãs televisivos. Outra tentativa expressiva aconteceria em Marte Ataca!.

Infelizmente o filme de Tim Burton não foi tão bem de bilheteria quanto a Warner promoveu. Applegate passou batida num elenco de estrelas gigantesco.

Quando acabou Married with Children era mais do que evidente de que seria a primeira a ter um programa solo. Jesse (1998-2000), em que contracenava com o brasileiro Bruno Campos, durou uma merreca de episódios.

Ironia ela participar em 2003 da última temporada de Friends como a irmã da Rachel. Nos últimos suspiros de Kelly Bundy ela usou o famoso penteado Rachel, quando os produtores mudaram espertamente o foco da família para o relacionamento dos filhos com os amigos.

Pelos dois únicos episódios de Friends conseguiu ser agraciada com um Emmy. Façanha conquistada apenas por Bruce Willis entre as inúmeras participações especiais do programa.

Entre 2007 e 2009 encabeçou outro seriado. Samantha Who? era bastante querido, mas coincidiu com a descoberta do câncer na atriz, o que deve ter ajudado no cancelamento.

Seu maior sucesso nos cinemas continua sendo O Âncora: A Lenda de Ron Burgundy  de 2004. Não a toa que seu próximo trabalho será uma sequencia a ser filmada em 2013. 


Veja também:
4 vezes Veronica Cartwright
4 vezes Judith Anderson
4 vezes Illeana Douglas


[Ouvindo: Baby I Love You – Easy Going]

8 comentários:

Daniel Tavernaro disse...

Tenho uma p*ta simpatia por ela, e nem sei porque. Parece que ela é minha amiga, rsrsrs.

Mas nem lembro quais filmes fez, em que participou e tals. É engraçado isso. Sempre me lembro dela em "A View From de Top / Voando Alto" ou naquele filme ridículo com a Cameron Diaz.

Acho que é isso: ela é uma ótima "coadjuvante" e acaba ficando melhor ao lado do papel principal que nele, rsrs

Miguel Andrade disse...

Daniel, todo mundo tem. Qual será o segredo dela?

Esse com a Diaz foi um que rolou muita expectativa antes de ser lançado. Mas...

Refer disse...

posso dar um toque?

Acho que é porque não todos nós, mas muitos de nós, entre os quais me incluo, nutrimos uma simpatia emotiva e incondicional pelo "coadjuvante" em todas as áreas da arte pop. Eu me lembro de vibrar com Tony Randall, James Mason, outros, em papéis secundários. Até hoje cultivo meus coadjuvantes de estimação.

Lembro de seguir Paul Koslo entusiasticamente em alguns dos melhores e piores filmes que assisti nos anos 70.

Miguel Andrade disse...

Refer, faz sentido. Coadjuvante e talentoso é amor à primeira vista.

Rubens Rodrigues disse...

Hoje ela faz Up All Night, que não é assim um sucesso, mas dá pra passar o tempo.

Miguel Andrade disse...

Rubens, mas está em algum canal aqui?

Rubens Rodrigues disse...

Não sei, Miguel. Pego tudo via torrent.

Miguel Andrade disse...

Rubens, ô loco! Fico perdidinho com as atualizações via torrent se eu assistir mais do que 3.

Related Posts with Thumbnails