quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Natalie Wood em momento Mãe Dináh: Narrando a própria morte!

Quem curte estorinhas bizarras, toma lá! É o que o Culture Boy chamou oportunamente de The Bette Davis Eyes Of Laura Mars, referência á canção e aquele filme onde a fotografa tem premonições de crimes.

Natalie Wood quase descreveu a própria morte quatro anos antes disso acontecer. E diante das câmeras, no palco, durante a cerimônia do American Film Institute em homenagem a Bette Davis.

No vídeo (que você assiste no player abaixo ou clicando aqui) ela conta sobre a participação em Lágrimas Amargas (The Star, 1952 de Stuart Heisler) e a honra de ter interpretado a filha de Bette Davis. Recordou do primeiro dia de filmagens quando lhe pediram para que ela mergulha-se no alto mar e nadar até certo ponto distante, coisa que se recusou a fazer.

Quando ameaçaram lhe jogar na água ou perderia o papel, gritou tanto que seus berros puderam ser ouvidos por toda Catalina. Justamente o lugar em que seu corpo foi encontrado em 29 de novembro de 1981.

No filme não há mesmo qualquer menção a mergulho. Só uma sequência ensolarada em que as duas estão num barco, com a garota eufórica.

Recordou isso ao lado do marido Robert Wagner que seria acusado, inclusive com a recente reabertura do caso (relembre clicando aqui) de assassina-la. As últimas notícias dão conta de que no meio a uma discussão ela que havia bebido caiu acidentalmente no mar.

Gravações da embarcação indicariam que Wagner proibiu que lhe resgatassem para que a esposa aprendesse uma lição.

[Ouvindo: To Simonetti – Easy Going]

4 comentários:

Daniel Tavernaro disse...

Cago de medo disso, juro. Ontem, por coincidência, uma conhecida postou no Feiceboqueson sobre a morte de um conhecido dela. Por curiosidade, fui dar uma olhada para ver quem era; e na página dele ele descreveu "vou ali fazer uma apresentação, porque pode ser a última, kkkkkk".

Acho até que já disse aqui que, desde muito criança mesmo, sonho que presenciarei e "participarei" de um acidente aéreo. Mas sobreviverei. Já tive sonhos em modelos de aviões variados, em horários variados.... E eu adoro voar, rs!! Mas fica aquela coisa de "será que....?"

Você tem alguma história sobre "previsão" ou "achar que", Miguel??

Miguel Andrade disse...

Daniel, muitas e muitas! De sonhar e acontecer, ver fantasmas, ovnis... rs

Sou um Arquivo X ambulante.

Daniel Tavernaro disse...

Nossa, também já vi UFO's, rs. De verdade. Mas espíritos até que não...por medo, rs. Eu acho que não vi; se percebo algo estranho, já fecho os olhos e começo a correr ou a me desesperar, rsrsrr

Miguel Andrade disse...

Daniel, gozado que ao mesmo tempo sou bem cético. Pode ser qualquer coisa...

Related Posts with Thumbnails