quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Bibi & Fafá na escola de sereias

As duas têm o nome similar e ainda fizeram clips parecidinhos na década de 80. O da Fafá de Belém não é bem um clip e sim trecho daqueles especiais que a Globo fazia.

Mas a música Sereia (assista aqui) é absolutamente referente ao tema. A Boom, Boom (assista aqui) da Bibi Andersen ainda estou pra entender.

O mar não estava pra peixe! Talvez seja sequencia desse outro número aqui, em que ela encarna uma naufraga.

Enfim, no plano geral a espanhola parece querer sensualizar, embora de visual infantil:

A brasileira idem, na medida em que um musical infantil permitia:

Sereia no Brasil não basta ser toda boazuda ostentando os 102 centímetros de busto em dia, cantar se equilibrando numa concha... Tem que saber lidar com toda sorte de lixo á volta.

Veja também:
Jayne Mansfield VS Fafá de Belém


[Ouvindo: Land Of 1000 Dances – The Wonders]

9 comentários:

Refer disse...

Pouquíssima coisa da Fafá eu gosto (além dos 102 cm), mas dessa Bibi Andersen nunca ouvi falar. Ela só me fez lembrar de uma atriz de Ingmar Bergman, por causa do nome quase igual.

Pra mim, sereia é a Linda Lawson, com Daryl Hannah correndo por fora.

Miguel Andrade disse...

Refer, e pq cargas d'água "sereia" ficou em moda nos anos 80? Tem tb aquele clip da Madonna!

A Bibi era uma cantora que depois casou com Almodóvar por longos anos. Apareceu em muitos filmes dele até o começo dos anos 90.

Agora com You Tube descobri que ela já era famosa antes dele.

O nome dela agora é Bibiana Fernández.

Daniel Tavernaro disse...

Eu gosto da Fafá; aprendi a ter uma certa simpatia por ela, não sei porque.

Uma coisa me incomoda em nossos artistas: a noção de show, de espetáculo, de busca pela identidade (para uso nos palcos), é muito falha! Fafá tem uma puta voz e um puta carisma; mas ainda acho que ela direciona sempre para o erro... Enfim, ideia de um pobre burro novato como eu, rs.

Meio que me chateia essa coisa em nosso showbiz de ser simplista, minimalista, econômico. Até nosso "Rei" é velho demais, doido, perdido e repetitivo!

Toda entrega de prêmio é sempre aquela mesma coisa: ou é entediante, de tão "cult" que é, ou é popularesco e bagunçado à la Chacrinha da vida.

E o pior: o artista acha isso normal, engraçado, "brasileiro".

Refer disse...

Acho que foi justamente por causa do sucesso do filme 'Splash'. Foi a primeira vez que vismos em live-action uma sereia "crível", graças aos recursos técnicos de cinema que antes não havia.

A ótima Betty Midler também tinha uma personagem sereia em seu show (Delores Delago)
http://www.youtube.com/watch?v=W3dtJbzClgA&feature=related

Miguel Andrade disse...

Daniel, concordo plenamente.

Ainda se prestam a carregar pra cá e pra lá filhos com o mesmo sobrenome, almejando carreira igual. Não basta viver das glórias conquistadas no passado, é preciso que a nova geração também usufrua delas. rs

Caminhar com as próprias pernas, produzindo, ninguém quer...


Refer, foi esse número da Midler que causou falatório ainda outro dia. A Gaga pra variar, copiou.

Refer disse...

A Gaga não copia nada. Ela recicla.

Miguel Andrade disse...

Refer, verdade! Lixo é com ela mesmo. Uma artista sustentável. rs

Glauco disse...

Miguel, sempre achei que a Bibi é fosse transex/travesti sei lá... Confere?

Miguel Andrade disse...

Glauco, confere! Nasceu Manuel! rs

Related Posts with Thumbnails