segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Cinco cabeças sem corpos

Nomes de filmes na Itália é coisa que sempre surpreende. Muito mais do que em Portugal, viu?

Como é que Almas Mortas (Strait-Jacket, 1964 de William Castle) foi virar 5 Corpos Sem Cabeça (5 Corpi Sensa Testa)? Imagino o responsável assistindo a fita e contando as decapitações.

E pior que nem lembro se é meia dezena mesmo. Revi não faz muito tempo e pra mim são apenas quatro cabeças que rolam.

Os Italianos tinham mania de colocar numerais. Só do Mario Bava lembro de uns três: I tre volti della paura (As Três Máscaras do Terror, 1963), Sei donne per l'assassino (1964) e 5 bambole per la luna d'agosto (1970).

Do Dario Argento mesma coisa: 4 mosche di velluto grigio (1971), Il gatto a nove code (O Gatod e Nove Caudas, 1971), Le cinque giornate (1973). existem centenas de exemplos!

Se alguém sabe o motivo, não é este que vos escreve. Nem deve haver algum, visto que aqui tivemos algumas manias também, como usar palavras que remetem à religiosidade: Pecadora, mundana, pecado, alma, anjos disso e daquilo...

A primeria imagem é um oferecimento Ebay.it, a segunda Benito Movie Poster

Veja também:
Italianos: Tão parecidos e tão diferentes da gente
Nua para tudo na Itália


[Ouvindo: When Is Sometime? – Frank Sinatra]

2 comentários:

Refer disse...

Os numerais chamam a atenção mais que qq coisa escrita. Esse recurso é amplamente abusado pelas editoras. Quando for à banca de revistas repare na porrada de números nas chamadas de capa, tipo 112 receitas de empadinhas, 15 maneiras de chegar ao orgasmo etc.

Acho que os italianos usam o macete para chamar + atenção para o filme.

Miguel Andrade disse...

Refer, sim , pra chamar a atenção. Mas eu não tinha reparado no lance das editoras.

Muito legal saber!

Related Posts with Thumbnails