quinta-feira, 28 de junho de 2012

O dia em que ninfas nuas salvaram o Tibete!

Melhor que ninfas nuas só o russo revelando que treinou 10 mil mulheres para serem espiãs. O povo 60’s não só consumia ficção de espionagem como vivenciava a emoção.

Aquela loira misteriosa que você conheceu no bar poderia ser uma agente inimiga? E que hábitos estranhos teria Marlene Dietrich para permanecer jovem?

Pelo teor da revista, banhos regulares em sangue de virgens. Sangue de espiãs russas virgens!!!

A belezura da capa é Layka Raki, cujo nome exótico esconde a origem alemã. Desde Dietrich o mundo não via tanta formosura germânica.

Raki, originária do teatro burlesco, ficou relativamente conhecida após trabalhar no cinema e TV da Grã-Bretanha nos anos 50. Não chegou a trabalhar em Hollywood, o que pode justificar ser pouco lembrada pela maioria agora.

A primeira imagem é um oferecimento The Pie Shops e a segunda All Star

[Ouvindo: Reach Out I'll Be There – The Spiders]

4 comentários:

Glauco disse...

Eu sempre apostei que ninfas nuas salvariam o mundo todo, Miguel.

Miguel Andrade disse...

Glauco, vão salvar o universo. Sem dúvida.

Leticia disse...

A guerra era fria, mas o imaginário em relação ao fechado mundo russo era quentíssimo!

Miguel Andrade disse...

Letícia, fervilhante!!!

Related Posts with Thumbnails