quarta-feira, 23 de maio de 2012

Eterna volta ao vale das bonecas

Nem estou com tanto tempo sobrando assim, mas estou tentando encontrar qualquer informação sobre esta foto. Edy Williams como desejo supremo do bom e velho King Kong.

Não é imagem promocional de nenhum dos filmes dela e o macaco está mais para o 30’s do que praquele dos anos 70. Deve ser algum daqueles momentos clássicos de subcelebridades em parque temático ao vislumbrar fotógrafos.

E olha, devia nem ter começado a procurar. Tropecei numas fotos recentes dela, prestes a completar setentinha.

Nem curto antes e depois de gente famosa, até por que, envelhecer todos nós (se chegarmos lá) vamos mesmo, e daí? Já devo ter escrito isso muitas outras vezes.

Deprimiu ver que a mais bela das atrizes e pinups do Russ Meyer hoje faz a linha Suzaninha. Continua estacionada no tempo, aproveitando pra sensualizar a cada espocada de flash.

Bacana tiazinhas prafrentex, mas essa teve a rara oportunidade de ser imortalizada em película no auge da formosura. Ficaria satisfeito apenas com isso.

A primeira imagem é um oferecimento Monster 4 Ever e a segunda Celebrity Gossip

Veja também:
Edy Williams - Certinha do La Dolce
Strippers são como diamantes…
Tura Satana por Billy Wilder


[Ouvindo: Get Happy – Doris Day]

16 comentários:

DAVI VALLERIO disse...

PELO MENOS ELAS NÃO VIRAM EVANGÉLICAS OU NÃO BOTAM CULPA NO ABUSO NA INFÃNCIA

Miguel Andrade disse...

Davi, sim! Pra variar, lembrou bem.

Pelo menos não virou crente ou botou a culpa nos dramas familiares infantis.

Leticia disse...

Acho ótimo o boom da "melhor idade" (inclusive com esse nome - patrocínio Ultrafarma), "quando você já cuidou dos filho e tem uma vida toda pela frente", mas, por favor, guarde pra você. Não há nada mais deprimente do que senhouras que fingem não ver o tempo passar.

Miguel Andrade disse...

Letícia, é bem isso! Bem legal, mas não precisa bancar a meninota pra sempre.

Refer disse...

Uma cousa que vcs não devem saber porque são mais jovens que eu: seguinte, enquanto vamos envelhecendo o espectro do interesse sensual vai alargando. Hoje, é comum eu olhar para mulheres de 60, 70 anos e achá-las não somente belas como sexualmente interessantes. E elas não são? São! Mas quando se é "jovem" a gente não consegue ver.

O cacófato da Letícia (boom da) está perfeito neste post e acho que foi intencional.

Miguel Andrade disse...

Refer, isso deve explicar também o fenômeno das mariconas. Estávamos discutindo isso outro dia aqui: Quanto mais velho parece que vê sexo em tudo.

Daniel Tavernaro disse...

Tinha me prometido não comentar nada, mas a síndrome das mariconas foi demais, hahahaha!

Mas Miguel, acho que isso é um caso à parte do meio GLBT masculino, não? Particularmente, os acho chatos, cheios de histórias maiores, melhores e surreais (e nem sempre verdadeiras), mas com Síndrome de Peter Pan e querendo bancar o paizinho dos gays mais novinhos.

Já fiz o teste uma vez e, quando tinha uns 23 anos, fiquei com um de 47. Nossa, coisinha chata, de querer dormir junto, de cuidar e tal....

Refer, eu acho que muitas vezes é fase. Tem épocas que não admitimos ficar com alguém mais velho; depois, ficamos somente com pessoas mais novas, e assim por diante. Mas eu achei a moça da foto super bonita e com uns peitos que....dão água na boca!

Miguel Andrade disse...

Daniel, e tudo é sexualizado, lindo, sensual... Muito bizarro!

Pelo jeito isso se aplica aos héteros também.

Refer disse...

Fui mal entendido, acho. Não me referi à compulsão sexual, mas ao universo sensual somente — o qual amplia à medida que o homem vai envelhecendo. Me parece que com a mulher esse fenômeno é muito menor (o universo sensual delas não se amplia tanto com a idade) e acho que isso tem a ver com a libido.

Agora, compulsão sexual por pessoas + velhas, + novas, por adolescentes, por crianças, por etc. etc. etc. é muito mais complexo e não segue, a meu ver, padrão algum relacionado com a idade da pessoa.

Miguel Andrade disse...

Refer, não! Eu estava me referindo a sensualização mesmo.

Daniel Tavernaro disse...

Miguel, acho que, no caso citado - gays - não é um caso de ser tudo "sexualizado, lindo, sensual"; e sim, meio que paternal, rs.

Refer, acho que meio que entendi o que quis dizer. Quando mais jovem, acho que o ato sexual propriamente dito interessa mais e, quando mais velho, percebe-se que o "ato" começa desde o momento em que se vê alguém sensual. E quando você tem certa idade, você começa a ver que seus semelhantes são como você. Sensualidade parte também da sua cabeça... Eu sempre achei que dos 25 aos 30 anos as pessoas ficam meio perdidas, meio sem graça. Estou provando que isso é verdade e vendo que as pessoas na mesma fase - e idade - que eu não são, infelizmente, "sensuais", rsrsrrr.

Mas compulsão... Não vi em nenhum comentário sobre, rs. Quando disse dos caras mais velhos, creio ser uma fase mesmo, onde começam a ficar com carinhas mais novos - e julgo isso como uma "ConaMania" (mania das mariconas) tipicamente do meio gay, onde envolve-se ausência paterna e outras tantas coisas... Não que, desde cedo, tenham desejo somente por pessoas jovens, novinhas. Pra mim, compulsão é uma palavra que quase que é sinônimo de problema psicológico, rs.


Acho que já posso voltar ao meu voto de silêncio.

Miguel Andrade disse...

Daniekl, hetero também tem dessas, mas é tido mais natural.

Leticia disse...

Ai, gente, cheguei aqui meio atrasada (mil coisas em casa), mas ainda vale.

Refer, o "boom da" eu não lembro se foi intencional. Provavelmente não, porque aqui e lá em casa dou uma bela relaxada na rev.

Quanto à sensualidade ampla, ainda bem que você tocou no assunto. Sempre namorei caras mais velhos, e meu ex-marido está caminhando pra ser um senhorzinho (embora continue um tipaço). Claro que existem rapazes lindos de morrer, atrativos e tal, mas só isso não basta e nunca bastou. A não ser pra quem está mais interessado em coisas mais básicas. E não me refiro só a conversas, e tal. É estético mesmo. É ampliar as percepções. Senão, relacionamento vira algo tipo o japa da Yoki...

Miguel Andrade disse...

Letícia, falando no cara da Yoki, você viu o anuncio dela num site de acompanhantes?

~Loirinha Carinhosa. Você não vai se arrepender~

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1103576-em-site-de-acompanhantes-elize-dizia-ser-loirinha-carinhosa.shtml

Leticia disse...

Vi. Bem, ninguém ia botar: "Loirinha carinhosa até a página 2". Ele também não deve ter sido muito honesto quando se apresentou a ela.

Miguel Andrade disse...

Letícia, medo de bisquice ser uma coisa crônica.

Minha teoria irá por terra se for. Pra mim toda biscat é uma carente em potencial, só procura a pessoa que irá amá-la pra sempre.

Related Posts with Thumbnails