sexta-feira, 27 de abril de 2012

O Gigante de Ferro: Ser ou não ser

Filme do coração! O Gigante De Ferro (The Iron Giant, 1999 de Brad Bird) é tão legal, mas tão legal, que se tornou vítima tal e qual o personagem título que luta entre o que é e o que as pessoas querem que ele seja.

No lançamento, mesmo com a crítica global se rasgando em elogios, a Warner claramente não soube direito como promover. No Brasil apareceu em festivais e depois saiu na miúda em VHS, com pouquíssimas cópias.

Foi parar na prateleira “infantil”, embora boa parte das citações político-sociais só sejam compreendidas pelos pequenos se explicadas por adultos. Esse é um dos pontos pra que depois de tanto tempo continuar maravilhoso, com a nossa melhor identificação da cultura 50’s!

O descompasso do estúdio com a obra que produziu (sonhando em algo boboquinha a lá Disney?) é tão gritante que gerou coisas como a que você lê no still maior. Uma bela tropeçada da legenda em português do DVD.

“Traduziram” beatnik como bicho-grilo! Palavra que nada lembra 1957, plena paranoia nuclear, período em que a história se passa, sem falar que o personagem Dean é bem distante do que se possa considerar como hippie.

Nada disso importa perto da dificuldade que continuou sendo encontrar o filme em DVD. Coisa facilitada com a aura cult que ganhou e o fato do diretor ter se tornado o "autor" de hits da Pixar como Os Incríveis (The Incredibles, 2004).

Veja também:
Dependendo de legendas estranhas
É com esse ou cedilha?


[Ouvindo: Bem Bom – Doce]

4 comentários:

Daniel Tavernaro disse...

Adoro este filme! O vi no SBT, durante alguma de minhas férias escolares, há bons anos atrás.

Achei que fosse algum filme "B" (no caso, o sentido de "B" que entendia é aquele filme bonitinho, mas que não fez sucesso), tanto que a maioria das pessoas que perguntei nunca nem tinham ouvido falar. O revi depois, alguns anos depois, também via TV aberta, e nunca mais ouvi falar ou parei para pesquisar.

legal saber de sua importância e tals. Não prestei atenção aos detalhes da história - ok, naquela idade, se fizesse isso, eu seria mais que superdotado.

Vou procurar novamente para ver.

Miguel Andrade disse...

Daniel, verdade! Fazia parte do pacotão da Warner que o SBT exibia.

É um dos grandes filmes da década de 90. Acho bem tocante.

Daniel Tavernaro disse...

Corre Miguel, passará hoje, sexta 11-05-2012, de novo, no SBT! Acho que é a tarde, infelizmente, mas...Já dá pra divulgar!

Miguel Andrade disse...

Daniel, eu tenho em DVD. Evidente! rs

Vai passar na Globo hoje. Sessão da Tarde.

Related Posts with Thumbnails