sexta-feira, 23 de março de 2012

Pêndulo da verdade na Idade Média

Arte pulp, originalmente publicada na cada da revista Real Men em 1964. O artista Vic Prezio parece ter se inspirado no filme A Mansão do Terror/O Poço e o Pêndulo (Pit and the Pendulum, 1961 de Roger Corman).

Pêndulos são das mais diabólicas ferramentas utilizadas pela Inquisição Espanhola em seus interrogatórios. Foi registrado no conto de Edgar Allan Poe de 1842, transposto para a tela por Corman.

A intenção em primeiro plano não era matar, já que a lâmina dividiria o suspeito em poucas passadas, mas para efeito psicológico. Ainda assim, pelo mecanismo exigido, sendo que há formas mais simples de se chegar ao mesmo resultado, só uma mente bastante perturbada a utilizaria.

Talvez por isso, alguns historiadores contestam sua existência, apostando que foi uma invenção da mente sombria de Poe. O Discovery Channel tentou reproduzir no programa Death Machines e o resultado foi inconclusivo.

O History num episódio da série Surviving History foi mais feliz com uma replica em tamanho maior, assista trecho com a experiência em prática clicando aqui. Seria possível construir e fazer funcionar um pêndulo desses há vários séculos.

A ilustração é um oferecimento MensPulpMags

[Ouvindo: Be With You – The Leaves]

10 comentários:

Dinorama disse...

Miguel hoje 23 de Março é aniversário da Joan Crwaford!Vamos sempre lembrar dessa grande atriz em nossos corações e mentes.

Miguel Andrade disse...

Dinorama, calma, calma!

Çeticia disse...

Isso é bom lá pro calega misógino e pançudo que a Polícia Federal prendeu...

Miguel Andrade disse...

Só pra deixar esperto, né? Concordo!

Leticia disse...

Digo assim, se ele pudesse ter uma engenhoca dessas em casa...

Mas o chato é que homofóbicos, neonazistas, xenófobos e odiadores em geral são invariavelmente lascados na vida.

Miguel Andrade disse...

Letícia, são lascados na vida, frustrados, etc. A cadeia não resolve.

Além de cadeia precisariam de alguma companhamento psiquiátrico.

Leticia disse...

Errada a ideia do Judiciário de que cadeia resolve algo pra eles. Resolve pra nós e ponto final.

Miguel Andrade disse...

Letícia, resolve pra nós em termos, né? Mentes podres continuam sendo fabricadas a cada nascer do sol.

E aos montes!

tw jogos disse...

nuss, já vi esse negocio muito em filmes, principalmente em filmes de egito e etc, mas não sabia o nome dele :)gostei de saber!

Tw Jogos visite meu blog sobre jogos :)

Miguel Andrade disse...

Tw, bem lembrado. Em filmes sobre o Egito também aparece.

Related Posts with Thumbnails