terça-feira, 6 de março de 2012

Arco da velha

Bizarro brinquedo de papel publicado em jornal italiano de 1912. Quando bater pra educar era tão comum quanto brinquedos de papel.

Não é apenas uma palmadinha. Ao recortar e montar, colocando tachinhas nas juntas para manipular os bonecos, o gurizinho é espancado!

Algo com que qualquer criança gostaria de brincar...

A imagem é um oferecimento agedsenator

Veja também:
Marinheirinho discípulo de Onan


[Ouvindo: Kalú – Angela Maria]

8 comentários:

Daniel Tavernaro disse...

Tem como alguém me explicar aonde aquela última peça, mais abaixo, se encaixa? Já distorci minha imaginação e o desenho e...nada!

Miguel Andrade disse...

Daniel, eu havia ficado confuso também. São os olhos e o queixo da velha.

Leticia disse...

Jesus!!! Daniel e Miguel, mesmíssima pergunta! É que ela vai falando...

Supernormal também pra época. Voltaremos ao racismo de Monteiro Lobato?

Miguel Andrade disse...

Letícia, mmmmm Dei uma mega editada no texto pra não ficar cheio de mimimi.

Cruzei outro dia com uma troglodita no supermercado que agrediu o casal de filhos na minha frente. Fiquei constrangido pelos pequenos...

E não sabia se puder falar alguma coisa. Passei dias me sentindo covarde.

Se eu tivesse certeza de que a tal lei da palmada (que achava absurda) tá valendo seria atrevido com a fulana. Pelo menos eu teria como me proteger da fúria da sicrana.

Mas...

Daniel Tavernaro disse...

Consegui simular via Photoshop antes de perguntar, mas mesmo assim, não tem "aquele" encaixe! Ai pensei se não era algo de outra lugar... Mas, para a época, está muito bom né (em relação ao desenho e a forma de montar).

Vou ver se consigo fazer um GIF!

Miguel Andrade disse...

Daniel, faça! E mostre!

Daniel Tavernaro disse...

Não consegui fazer a mágica de encaixar as partes, rs!

Miguel Andrade disse...

Daniel, semanas depois!!! :(

Hahahaha!!!

Related Posts with Thumbnails