quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Hollywood: Contratamos gatos pretos!

Fila quilométrica de gatos pretos na porta da produtora American International Pictures (AIP) em 1961! O motivo foi um anúncio pedindo astros de 4 patas para estrelar Muralhas do Pavor (Tales of Terror, 1962 de Roger Corman).

E os donos dos gatos, como qualquer mãe orgulhosa do talento que tem em casa, foram tentar a sorte no cinema. Quem sabe não teriam uma estrela hollywoodiana na família?

Pelo menos um foi desqualificado logo de cara! Não preenchia devidamente os requisitos exigidos.

OWH!

O que achei mais engraçado nisso foi lembrar do velho truque do cinema americano de usar teste de elenco pra promover um filme muito antes dele chegar ás telas. Fizeram o mesmo para a Scarlett O'Hara de ...E O Vento Levou (Gone with the Wind, 1939 de Victor Fleming), não?

E igualmente os bichanos participariam de um clássico da literatura norte-americana, Black Cat de Edgar Allan Poe. Em Muralhas do Pavor, Corman adaptou três contos do escritor incluindo esta história.

Faz parte dos sete filmes baseados em Poe que Corman dirigiu na AIP, conforme você lê clicando aqui. Obrigatórios, seis deles protagonizados pelo grande Vincent Price que aparece na foto ao lado junto a Peter Lorrer e Joyce Jameson segurando os selecionados.

Perceba o que está com Price! Mal foi contratado e já está tendo um ataque de estrelismo.

Quanto aos aspirantes a astros, se algum ignorante ainda crê que gato preto da azar, aí seria a maior concentração de ziguezira da história. Não há notícias de algum terremoto na Califórnia naquele ano.

E é sempre bom lembrar, embora obviedades não sejam coisas muito prazerosas de serem ditas, que o que dá azar nessa vida é burrice. Tanto azar que até mata!

A inspiração para este post é um oferecimento Retronaut

Veja também:
Roger Corman: Quando economia não é base pra porcaria
Top 10 filmes de Vincent Price por sua filha
Só a nata do cinema B


[Ouvindo: Ponteio Acutilado – Quinteto Armorial]

6 comentários:

Leticia disse...

Pombas, já imaginou? A rivalidade devia ser pior do que nossas tão nossas agências de atores mirins...

Além de tudo, né?... garantia o aluguel.

Miguel Andrade disse...

Letícia, rivalidade das mães e dos pequenos, todos com garrinhas bem dispostas! hahahah

Leticia disse...

Nem isso a gente inventou...

Miguel Andrade disse...

Letícia, ah não! Mamãe de Elizabeth Taylor já era uma atriz frustrada idealizando a carreira que não teve na pequenina de lindos olhos, por exemplo. rs

Leticia disse...

Bom que, nesse caso, deu certo. Mamis deve ter compensado todas as suas frustrações.

E quando não dá certo? Dá-lhe menosprezar a menina para o resto de seus dias.

Miguel Andrade disse...

Letícia, mesmo quando dá. Laaaaaá na frente a revolta aparece.

Temos atualmente aqui no Brasil um caso destes.

Related Posts with Thumbnails