quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

“Giovanna! Giovanna! Pense nas crianças!”


Das cenas que não me canso de rever: segmento Uma Noite Como A Outra (Una Sera Come Le Altre) de As Bruxas (Le Streghe, 1967 de De Sica, Pasolini e Visconti). Uma pequena obra-prima do imaginário pop!

Não confunda com “pobre”, como geralmente tem acontecido hoje com a surradinha palavra “pop”. Silvana Mangano e Clint Eastwood são um casal que os pessimistas chamariam de meio infeliz.

Ela está insatisfeita com a pasmaceira que seu matrimônio se tornou. Ele é a parte feliz, alienada num cotidiano de emprego, assistir notícias quando chega em casa, jantar e dormir.

Resta à dona de casa fantasiar uma realidade muito mais ardente. Nem que seja entregue à luxúria proporcionada por heróis de histórias em quadrinhos como Mandrake, Batman, Fantasma, etc.

Ainda brincam com a fama da época do senhor Eastwood, em westerns. Mas o destaque, evidente, fica por conta da Mangano e seus figurinos excêntricos.

Mangano tinha ainda o nariz mais bonito já registrados em película. Dúvida nenhuma disso.

Veja também:
Bruxa à solta



2 comentários:

Glauco disse...

Super concordo sobre o nariz de Silvana!

Miguel Andrade disse...

Glauco, que bom! Alguém concorda comigo pelo menos em uma coisa nessa vida! :D

Related Posts with Thumbnails