sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

53 anos do dia em que a música morreu

Em três de fevereiro de 1959 o promissor músico Ritchie Valens morreu em um acidente aéreo. Ele estava com apenas 18 anos e surgia nas rádios com hits como La Bamba e Donna.

A tristeza da morte precoce foi retratada nos versos de American Pie, composta por Don McLean no começo dos anos 70. Valens surgiu no embalo do Rockabilly, diferenciando-se pela forte levada da música mexicana, embora não falasse a língua espanhola.

Na cinebiografia feita em 1987, seu papel foi interpretado Lou Diamond Phillips, ator com traços muito mais latinos do que o próprio, além de ser bem mais velho. La Bamba, dirigido por Luis Valdez pode ser um grande filme, mas tem o mérito de apresentar Valens a uma nova geração.

Com apenas dois discos lançados, falecido enquanto estava em ascensão, poderia ter sido completamente esquecido. Mesmo em se tratando de uma morte trágica, de um artista bastante novo.

A primeira imagem é um oferecimento LA Times

[Ouvindo: The Look of Love – Nina Simone]

5 comentários:

Penny Lane disse...

Oi, Miguel!!

É verdade, o filme pelo menos pra mim teve este mérito. Só que eu nunca mais vi o Lou em filme algum!!! Lembro dele em Blaze of Glory e só!!
Mas uma curiosidade "engraçada" acerca do Buddy Holly, segundo os legistas o impacto foi tão grande que ele caiu de 'ponta cabeça' na neve, teve traumatismo craniano, arrebentou a coluna e tudo mais...mas o óculos continuou intacto. Acho que vou mandar fazer uma armação dessas pra mim.

Beijão, querido!

Miguel Andrade disse...

Penny, idem! Se estou lembrando do Valens agora é pelo filme que vi na infância. E ele fez um bang bang com um monte de rostinhos famosos logo depois.

Sei que já o vi tb outras vezes, mas não lembro aonde. Só lembro de ter dito "Oh lá o la Bamba!".

E eram aqueles óculos de armação preta quadradões né? Podíamos fazer um colete logo de uma vez.

Daniel Tavernaro disse...

Miguel! 1959, não 1969!

Thiago Doido disse...

Miguel, o bang bang em questão é o filme que a Penny citou que tinha os "galãs" da época: Emílio Estevez, Kiefer Sutherland...

Miguel Andrade disse...

Daniel, verdade!

Thiago, mas ele fez mais coisa. Certeza que já vi a carinha dele depois.

Related Posts with Thumbnails