terça-feira, 29 de novembro de 2011

Aproveite enquanto dá a garupa da motoca

E é pra nos proteger de pessoas como a senhora Lucía que os nobres deputados estaduais de São Paulo querem proibir pessoas na garupa de motos. Seria mais simples, claro, internar a senhora Lucía numa instituição competente ao seu estado de nervos, mas...

Uma das alegações é por segurança mesmo, para evitar que crimes sejam cometidos sob duas rodas. Corrigindo: Que uma MINORIA cometa crimes sob duas rodas.

Enquanto isso, milhares de famílias que têm o veículo como único meio de transporte que se lixem. Podiam bem ir pedir carona na porta da casa do deputado Jooji Hato (PMDB), autor da lei.

Para quem festejou quando decidiram que não se podia mais fumar em lugares públicos, parabéns! Vamos longe! Continue votando em pessoas dispostos a decidir por você, em quem tenta resolver na canetada problemas de estrutura, de educação...

[Ouvindo: Warabe Uta – Yoshio Hayakawa]

24 comentários:

Leticia disse...

Antigamente eu achava que os deputados e vereadores da maior cidade da América do Sul eram pessoas de baixa extração.

Hoje eu tenho certeza.

Sem cabedal intelectual suficiente para analisar um problema estruturalmente e tomar as decisões mais acertadas (ou menos piores), passo a considerar tais cargos ideais para artistas fracassados e demais alijados do mercado de trabalho.

Miguel Andrade disse...

Letícia, disse tudo!

Terra das leis, ao invés das soluções. Pouca vergonha.

Refer disse...

Miguel, agora é vc quem adivinha o que estou pensando. Mandei hoje cedo um email para uns amigos com os quais troco opiniões, sobre um txt de Jânio de Freitas publicado na Folha, domingo pp.

(...) repito: existe, há anos, uma cultura de proibição grassando pelo País, em nome do "bem", promovido por arrogantes que têm a certeza de saber o que é "nefasto" para os outros, e se acha no direito de coibir, inibir, proibir, enfim, passando ao largo dos direitos individuais e constitucionais. Todo dia leio sobre uma proibição NOVA em algum lugar. Ontem, li que em São Paulo vai ser proibida a garupa de moto (!) — pqp, o que mais vem por aí? Trata-se de outra decisão dos políticos e legisladores que vai para a coleção de arbitrariedades do Governo, que Jânio atribui ao autoritarismo, cujas origens ele enxerga (como todo esquerdopata incurável)... na "época da ditadura".

Refer disse...

ahnm... promovida por arrogantes

Miguel Andrade disse...

Refer, circo público. Cada tonto que se levanta pra proibir algo há 9 múmias aplaudindo "Ufa, alguém fez alguma coisa. Não sei bem o que é mas tá joia".

Esse Hato entra secretario em SP na época em que o PCC assombrou a cidade. Rodou, mas continua na política...

Refer disse...

Íssa, e eu acabei de ter uma "iluminação". Jooji Hato é rodado na política paulistana, era da patota do Quércia e faz parte do lobby das empresas de ônibus (parece-me que ele próprio é dono de algumas linhas, explora esse segmento).

Conhecendo um pouco o caráter desses putos, é bem possível que ele pensou na lei unicamente para favorecer o cartel dos empresários do transporte público.

Miguel Andrade disse...

Refer, faz sentido... MUITO sentido. Só falta a lei passar pelo governador.

Dino Costa disse...

É para isso que a Justiça serve. É só denunciar para o ministério público. Mesmo se aprovada, se a lei for inconstitucional ou em detrimento da vontade/direito da população, ela cai. (ou pelo menos deveria...) rsrsrs

Dino Napoleão disse...

Já não basta a ditadura evangélica? agora querem decidr por nós,aprovar leis absurdas enquanto o que realmente interessa como saúde, educação, segurança entre outras coisas mais importantes.Tenho nojo desses políticos, aqui nesse país pintam e bordam ou melhor roubam e o povo continua adormecido. Daqui há um tempo esse políticos vão nos impedir de dizer o que pensamos, mas eles podem tudo.Política pra mim é só decepção. Não vejo luz no fim do túnel, é a idade média voltando no país da impunidade.

Miguel Andrade disse...

Dino, xiiiii! Se fosse fácil assim. Já já convencem o povão de que é uma boa!

Dino, sim! estamos num "se correr o bicho pega se ficar..." Péssimo são estes senhores na politica ano a ano sendo reeleitos por voto popular.

Vem cá! Vocês são dois com o mesmo nome! Só agora entendi! rs

Dino Napoleão disse...

Encontrei um xará!
E agora o fantástico com a campanha politicamente correta contra o cigarro, não nada contra quem fuma tenho amigos que são fumantes e respeito e os respeito muito, porque essa emissora não lança campanha ou manifesto contra esses políticos? a principal emissora desse país tem o rabo preso né? só aliena o povo, Já reparou Miguel que em algumas reportagens como preço absurdo de algo as pessoas reclamam sorrindo? tenho reparado nisso qdo assisto alguns jornais.

Miguel Andrade disse...

Dino, faz tempo que vcs frequentam o mesmo lugar na internet, mas nunca tinham se cruzado nos comentários! :D

Gente sorrindo em matérias jornalistica, comercial de banco (que tira o couro do cliente com suas taxas) usando musiquinhas doces.... O mundo está muito estranho.

O mais bizarro da proibição do cigarro é essa mania de resolver tudo com lei. lei para isso, lei para aquilo.

E todo mundo acha natural isso. Enquanto investimentos em saúde e principalmente educação, mal se escuta.

Um país com saúde e educação não precisa de tantas leis aprovadas por deputados. O que os torna desnecessários, ou mais difícil para eles se reelegerem já que não terão muito sobre o que se gabarem na em uma eleição...

Luiz Alberto disse...

No Brasil é assim. O cara pega a mulher com o Ricardão no sofá e "resolve" o problema vendendo o sofá.

Mesma coisa para os bancos 24 horas. Tem muito assalto e o Estado não oferece segurança? É só proibir os saques após as 22 horas! Problema resolvido.

Miguel Andrade disse...

Luiz, assim mesmo! Resolvido o problema de forma mágica.

Leticia disse...

No caso dos bancos, seriam os bancos os obrigados a oferecer segurança, não?

No caso dos assaltos, aí, sim, a polícia entra. Público é público, privado é privado.

Pelo mesmo raciocínio, sou contra a presença da PM em estádios. Ou os clubes pagam segurança particular ou adeus. Quem tem predisposição para o conflito que se mate, está todo mundo lá dentro mesmo...

Ao torcedor de bem bastaria esperar até o extermínio total dos brucutus. Levaria apenas algumas semanas.

Miguel Andrade disse...

Letícia, concordo plenamente! Jogos são privados, cobram ingresso e tudo, e recebem segurança pública?

Leticia disse...

É um contingente muito grande para os bebezões. Por mim se matavam todos e pronto.

Miguel Andrade disse...

Letícia, verdade! Agora, se é algo que reúne seres selvagens, aí são outros 500!

Repensem o esporte sem mexer com dinheiro público. Vão acabar inventando uma lei para domesticar torcedores de futebol.

qualquergordotemblog disse...

Toda vez que eu vejo uma lei dessas eu me lembro de "Demolition Man" aquele filme do Stallone em que é congelado e descongelado 40 anos depois num lugar em que tudo é proibido e ele leva multa toda vez que fala palavrão.

Miguel Andrade disse...

Qualquegordo, verdade! A vida está imitando a arte. Caminha quase pra isso.

Daniel Tavernaro disse...

Guarde bem o gif que ilustra esta postagem, assim como o filme que o originou. Daqui pouco tempo, serão proibidos de serem exibidos ao público porque as pessoas não estavam usando capacete enquanto estavam usando a moto.

Lógico que para o bem do povo, né? Pra que educar se temos leis?

Miguel Andrade disse...

Daniel, hehehe! tava vendo uma novela 70's ainda ontem e rolou um acidente. Morreram 2!!!

Todos sem cinto de segurança. A Yara Amaral sobreviveu pq rolou na pista! haha.

Leticia disse...

Mas foi só uma pequena colher de chá do destino...

Miguel Andrade disse...

Letícia, só! Pra ela bancar a louca favorita de plantão. Agora viúva!

Related Posts with Thumbnails