sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Ivan Cardoso em cores vivas

Para quem está no Rio de Janeiro, vai até o próximo dia 29 a exposição do cineasta Ivan Cardoso em que interferiu em suas próprias fotografias. As coloriu manualmente! Uma a uma sobre o papel impresso.

São cerca de 80 retratos de personalidades que vão da atriz Claudia Ohana ao carnavalesco Clóvis Bornay, registrados entre as décadas de 70 e 90. O resultado é único, lisérgico e pop como poderia se esperar do Mestre do Terrir.

Num tempo em que imagens estão cada vez mais vulgares, assim como sua manipulação digital, há algo onírico no sistema “Kardosocolor”. A galeria Graphos Brasil fica na Rua Siqueira Campos, 143, S/LJS 01/02 em Copacabana.

[Ouvindo: Libertango – Astor Piazzolla]

6 comentários:

Luiz Alberto disse...

Opa, vou dar um pulo lá para prestigiar o mestre!

Miguel Andrade disse...

Luiz, legal! Eu iria se estivesse lá.

Refer disse...

Não sei se já contei esta história (velho que repete história é foda)

Nunca vi o Ivan Cardoso, mas uma vez conversei com ele por telefone. Ele me ligou querendo usar a música 'Diga Que Me Ama' com Sônia Delfino, que está no nosso LP Censurar Ninguém Se Atreve. Nem sei se chegou a usar.

Miguel Andrade disse...

Refer, não tinha contado. Que honra!

Acho ele um dos mais inventivos e inteligentes artistas brasileiros vivos.

DAVI VALLERIO disse...

Amo Ivan,falamos dele esses dias hein...agora vendo essa montagem...volta pro cinema,Ivan,quereeedo

Miguel Andrade disse...

Davi, achei legal a montagem. Todos os que vi lembravam os filmes dele.

Related Posts with Thumbnails