quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Imaturidade científica

Cada um tem o filme favorita que quer, né? Eu, por exemplo, fico absurdamente dividido entre uns 20 que pretendo rever pro resto da minha vida.

Fãs de coisas obscuras como Zapped! (1982 de Robert J. Rosenthal) chegam a me comover. Veja só, a pessoa mantem ativo um Multiply (lembra?) só com o material que colecionou nesses anos todos.

Trilhas sonoras em vinil e cassete, capas de VHS e DVDs lançados em todo planeta entre outras coisas. Comediazinha para adolescentes 80’s que nem do John Hughes é.

Aliás, Hughes filmaria um filme parecido três anos depois: Mulher Nota Mil (Weird Science). Com muita malícia, o universo de nerds tentando se dar bem com a mulherada graças à competência científica.

A revanche das vítimas de Bullying. A sinopse de Zapped! No IMDB é esta: Um adolescente cientista-nerd ganha poderes tele cinéticos.

Com poderes de carie, A Estranha adquiridos cientificamente quem se preocuparia em ajudar a humanidade? Bem melhor utilizá-los para levantar saias e ver calcinhas, arrebentar elástico de sutiãs, deitar moças à força...

No final deve ter uma liçãozinha de moral, lógico. É um filme norte americano, estrelado pelo galã teen Scott Baio, não deve ser muito picante.

Se bem que outro dia revi Gatinhas e Gatões (Sixteen Candles, 1984 de John Hughes) e estranhei quando o bonitão e bom caráter de olho na Molly Ringwald , entrega a chata e riquinha namorada ao bobalhão Anthony Michael Hall. Bêbada e desacordada!

Parece que é ela quem aprende a lição ao acordar na manha seguinte dentro do conversível com o loirinho. Por essas diferenças, parece que faz um século que foi 1980.

[Ouvindo: Tanze Mit Mir In Den Morgen - Gerhard Wendland]

7 comentários:

Ca Vi Mo disse...

Miguel, fiquei MUITO curioso com seus 20 filmes preferidos. Por favor, faz um post sobre, vai...
Abração!

Miguel Andrade disse...

Ca, eu não faço pq com certeza são uns 200! Hahaha

Moyses Ferreira disse...

adorei vou assistir.

qualquergordotemblog disse...

A continuação desse filme (Zapped Again!) foi importante pra minha puberdade. É o filme em que o protagonista levanta a saia da Linda Blair usando poderes telecinéticos (já comentei isso aqui).

Pelo que eu lembro do segundo filme, o final não era tão moralista não. Era mais anárquico, estilo Animal House e Porky's. Moralismo é coisa do Adam Sandler e do Rob Schneider

Miguel Andrade disse...

Moyses, pior que eu pensei que era a sua cara mesmo. Juro!

Qualquergordo,hahaha! Lembro vagamente de vc ter dito isso.

Que medo a Linda Blair com a saia levantada.

Sim, mas será que não tem uma lição que os protagonistas aprendem? Sempre tem...

qualquergordotemblog disse...

Medo nada. Linda Blair tava inteirona no final dos anos 80. Medo se fosse ela menininha usando o crucifixo...


Filme para mim tem que ser igual episódio dos Simpsons: O Homer aprende uma lição muito valiosa que em dois minutos ele já esqueceu e tá fazendo besteira de novo.

Miguel Andrade disse...

qualquergordo, pra mim ela tem eternamente cara de boneca paraguaia, sabe/ Daquelas bochechudas.

Pois é. Esse é um dos grandes defeitos dos filmes populares americanos recentes. Pode divertir, mas sempre vem com uma mensagem boboquinha no final.

Related Posts with Thumbnails