quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Traidor da comidinha da mamãe

Mantendo as contas pagas em dia, Victor Buono em Lo strangolatore di Vienna (aka The Buthcer, 1971 de Guido Zurli). Porque a vida não é fácil pra ninguém.

Tai um ator que devo ter vários filmes acidentalmente, sem ter pensado em colecionar. Não que não seja merecedor, evidente!

Quantas vezes ele foi o filho bonachão morando com a mãe, mesmo com idade? Vilão simpático outras tantas.

Passou por Hollywood, os primórdios da TV americana ao cinema popular europeu. Geralmente o confundo com Peter Ustinov, porque além do porte físico, fez papeis parecidos.

Penso se atores como ele, restritos a um tipo de personagem pelo porte físico não tinham outros sonhos profissionais. Nem falo em ser shakespeariano, mas sei lá, o cara que fica com a mocinha no final...

Mesmo assim, Buono considerava-se rico, famoso e diabolicamente bonito. Faleceu em 1982 aos 44 anos de idade, solteirão como tantos personagens que interpretou.

[Ouvindo: Don't Stop Now - Liz Damon's Orient Express]


4 comentários:

Refer disse...

Semana passada estva lendo sobre Victor Buono... maluco só pensa em som... e Victor Buono tem um LP gravado no selo independente Doré, de Los Angeles, que, incrível, ainda está ativo 55 anos depois de lançar seu primeiro disquinho.

Fiquei tentado a comprar, mas disco de comédia ninguém merece.

Miguel Andrade disse...

Refer, ah! Pensei que fosse de música.

Puxa, 55 anos pra um selo independente é tempo pra caramba.

Refer disse...

Música até tem, mas que tal um LP chamado Heavy! com canções intituladas tipo 'Fat Man's Prayer' e 'Skinny Poems For Fat Lovers'?

Historicamente, a Doré não é fraca não. Na Doré iniciaram Lou Adler, Herb Alpert, Jan & Dean, Phil Spector e Carol Connors. Kim Foley também andou por lá, no comecinho.

Ahn, Liz Damon é simplesmente o máximo.

Miguel Andrade disse...

Refer, musicas de humor. Pensei que fosse de piadas tipo aquele do Peter Ustinov.

Liz Damon é coisa tua!

Related Posts with Thumbnails