segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Maria del Peña

“¡Toma, lengua larga!”. ¡Splaf! Quer idioma mais engraçado do que o castelhano?

Não deve existir! Inclusive sempre achei que Almodóvar perderia muito de sua graça se fosse de outro país.

Pra gente que cresceu naquele boom de produtos “made in paraguay” dos anos 80, de batom 24 horas a calcinhas cheirosas, tem um lado mais estranho ainda. Já olhamos de soslaio pra produto importando com manual apenas em espanhol.

La garantia soy yo! Na capa da fotonovela abaixo aparece a única palavra hispânica que aprendi assistindo ao Chaves:

Naquele episódio em que ele passa em frente ao restaurante da Dona Florinda e lê numa placa “Se solicita mesero”. A dublagem (excelente) do Brasil faz com que o garoto diga olhando pra câmera: “Ah! Em espanhol mesero significa garçom”.

Quem disse que não se pode aprender nada relevante no Chaves? Opa, como não?

Ninguém passa fome quando for viajar para algum dos 21 países em que é a língua oficial. Mesero, por favor, churros y refrescos de tamarindo!

As imagens são um oferecimento El Blog Ausente

[Ouvindo: Es Especial- Tarantula]

3 comentários:

Glauco disse...

Miguel, em uma entrevista beeeem antiga do Almodóvar, publicada na SET, ele disse que se pudesse fazer um filme em Hollywood, em espanhol, iria correndo. Concordo que ele perderia a graça, e pelo visto, ele também pensa assim.

DAVI VALLERIO disse...

pois e,nem palavra em portugues temos pra mesero...pq garcom,nao vale,e frances

Miguel Andrade disse...

Glauco, lembro dessa entrevista. E ele estava coberto de razão mesmo.

Davi, verdade! Mesero deve ser quase atendente.

Related Posts with Thumbnails