quinta-feira, 18 de agosto de 2011

4 vezes Thelma Ritter

Com Bette Davis em A Malvada (All About Eve, 1950 de Joseph L. Mankiewicz)

Com James Stewart em Janela Indiscreta (Rear Window, 1953 de Alfred Hitchcock)
Com Doris Day em Confidências à Meia-Noite (Pillow Talk, 1959 de Michael Gordon)
Com Marilyn Monroe em Os Desajustados (The Misfits, 1961 de John Huston)

A mais amada coadjuvante de todos os tempos! Aquela que vale o filme mesmo tendo seu nome em (vá lá!) terceiro ou quatro lugar nos créditos.

Telma Ritter começou tarde no cinema. Tinha 41 anos quando estreou em 1947, o que a fez sempre interpretar nas telas a tiazinha que sabe das coisas.

Lembrando que essa idade para aquele tempo significava algo diferente do que hoje. Em duas décadas de carreira (faleceu em 1968) conseguiu alguns feitos notáveis.

Trabalhou com as principais estrelas hollywoodianas da época, sendo dirigida por alguns dos maiores diretores. Com apenas três anos de trabalho teve sua primeira indicação ao Oscar por A Malvada, recebendo outras três indicações durante os próximos anos consecutivos.

Tornou-se assim um dos casos (raros até hoje) de atores indicados em quatro anos seguidos. Em toda sua carreira recebeu seis indicações sem nunca sair da festa portando a estatueta.

Deborah Kerr também recebeu o mesmo número sem ganhar, mas em todas as vezes como atriz principal, ao contrário de Ritter, sempre como coadjuvante. A primeira pelo menos foi reconhecida pela Academia em vida, com um prêmio honorário em 1994.

Considerando que Kerr teve o mesmo número de indicações em 5 décadas de carreira, Thelma Ritter leva uma boa vantagem nesta conta. Claro que coadjuvante e atriz principal têm pesos diferentes também.

Pessoalmente, um dos seus diálogos mais marcantes é em A Malvada, como a eficiente copeira Birdie. Quando Margo Channing lhe pergunta se não gosta da sua protegida (aparentemente boazinha) Eve, ela responde à patroa: “A senhora quer uma resposta ou uma briga?”.

Diz isso com o simples subtexto “Humfp!”. Impossível não amá-la!

Veja também:
4 vezes Judith Anderson
4 vezes Sylvia Sidney
4 vezes Udo Kier


[Ouvindo: You Spin Me Round – Infamy]


3 comentários:

Moyses Ferreira disse...

telma é tudo!!!

Miguel Andrade disse...

Moyses, tudo, tudo!

Fabrício disse...

Essa rouba a cena, se ela está, fica difícil olhar para o lado...abraço.

Related Posts with Thumbnails