sexta-feira, 15 de julho de 2011

Os Sarandon na roda da fortuna

As ironias da vida! Chris Sarandon suando a camisa por um lugar ao sol, levou Susan, a esposinha, a tira colo como acompanhante num teste... E ela ficou com o papel!

De lá pra cá, enquanto a carreira dele estagnou, ela se consagrou como atriz! Placar de Oscar: Chris teve uma indicação como coadjuvante no longínquo ano de 1976, Susan teve cinco como atriz principal, saindo vitoriosa da cerimônia em 1996.

Consta no IMDB que Chris foi o único marido dela (de 1969 a 1979). Curioso como o site não considera o “ajuntamento” com Tim Robbins (de 1986 a 2009) como casório, mesmo ele sendo pai de seus dois filhos.

Fofoca boa mesmo tem no meu (amarelado) Guia Prático Nova Cultural Astros e Estrela edição de 1990. Susan Sarandon teve um relacionamento de três anos com o diretor francês Louis Malle, responsável pela virada em sua carreira ao lhe dar papéis sérios em filmes como Menina Bonita (Pretty Baby, 1978) e Atlantic City (1980).

Consta que foi após o fim do casamento com Chris, mas até eu que sou tolinho com as datas acho estranho o descompasso. Mas ela mantem o segundo nome do ex-marido até hoje, virando a versão gringa da nossa Lucinha Lins.

Falando em Brasil, há um tempinho noticiaram que Susan Sarandon estava vindo à surdina pra cá, envolvida em projetos sociais nos confins do país. Sem alarde como cabe aos realmente bem intencionados.

A foto de Susan Sarandon é um oferecimento Socialite Life

[Ouvindo: I don't Care - Eartha Kitt]

12 comentários:

Refer disse...

Juro que, até agora, eu achava que eles fossem irmãos. Tem certeza que são casados?

Miguel Andrade disse...

Refer, absoluta!

E você não é a única pessoa que já me disse a mesma coisa. Ela é ex dele.

Refer disse...

Bem, se não sou o único, então, aí tem algum fato distorcido ou história mal contada.

Estranho, mucho estraño.

Segui a carreira dos 2 até me cansar de cinema; lembro bem dela em Rock Horror Show e num filme com Raul Julia; aí tem o filme de vampiros com Deneuve e David Bowie, Pretty Baby, Thelma & Louise.

Miguel Andrade disse...

Refer, formaram casal até Louis Malle pintar na parada.

Ela nasceu como Susan Abigail Tomalin, ele como Christopher Sarandon!

Pra minha geração Chris, antes de tudo, é o vampiro de A Hora do Espanto. :D

Refer disse...

Assim, de estalo, é um dos dois únicos filmes dele que me lembro. O outro é Lipstick, com Margaux e Muriel Hemingway, que fez sucesso, apesar de ser bem ruim.

Preciso voltar a me interessar por cinema, mas tá difícil...

Miguel Andrade disse...

Refer, dele, de estalo, lembro bem de A Sentinela, Um Dia de Cão e Brinquedo Assassino! Ix!

Refer disse...

putz, é mesmo!

Assisti aos 3, sendo que A Sentinela, k-raio, é bem ruim. Um Dia de Cão achei muito bom!, com Al Pacino e aquele ator de O Poderoso Chefão que nunca lembro o nome :(
ó céus! sai um Fosfosol urgente!

Miguel Andrade disse...

Refer, a Sentinela promete muito mais do que nos dá. Absurda a existência da Ava Gardner ali.

Tu viu aquela pesquisa recente de que Google e IMDBs da vida estão ferrando nossa memória?

Deve fazer algum sentido. Antes até me orgulhava de lembrar ano, elenco e até a duração dos filmes. Hoje em dia...

Refer disse...

Não vi essa pesquisa. Vou me informar. Minha memória está muito pior, mas no meu caso, a idade pesa...

O Google me dá uma pequena amostra da dimensão de minha ignorância. E isso angustia...

Ex. Don Francks, aquele tiozinho da série Nikita, cheio de chinfra, de brinco e bandana. Tá ligado?
Ele veio da música e descobri que o figura tem um LP editado em '62. 'Bora arranjar! Semana passada meu dealer nos EUA disse que despachou o disco pra mim. :) mais um para a coleçãozinha!

Aí, curioso, pesquisei no Google: a filmografia dele é vastíssima! filmou até com o Coppola e eu nunca soube disso.

Acho que agora, como não dá pra ser muito seletivo, pois há informação DEMAIS disponível, a gente acaba não guardando nada mais na cabeça. :(

Miguel Andrade disse...

Refer, a Veja tacou a pesquisa em chamada de capa desta semana.

Olha, Google também me aflige sobre a vulgaridade de alguns temas. E o quanto 90% da web em português do Brasil é lixo, pilantragem, miséria humana, furto de material alheio, etc.

Mas em termos de filmografias e biografias é uma espantosa mão na roda. lembro quando antes eu via um filme e ficava me coçando pra saber mais sobre ele ou alguém do elenco.

Lá ia fuçar os livros e revistas que guardava. Hoje não tem limites.

Ric disse...

Também tenho o almanaque da NOva cultural....e tbm ta amarelado

Miguel Andrade disse...

Ric, e mesmo amareladinho, ainda é bem útil! :))

Related Posts with Thumbnails