segunda-feira, 18 de julho de 2011

Como limpar a cola de sticks antigos

Homem moderno é isso! Jayne Mansfield toda boa (e prometendo FALAR!) e a gente só com olhos para o telefone customizado com rendinha e pedras coloridas.

Telefone de disco com o bocal arredondado é um sonho de consumo meu ainda não concretizado. Muito azar seria encontrar exatamente este, já sem os adesivinhos...

Aflição do que teve adesivos grudados e agora fica com aquela eterna colinha aparecendo... Quase como fiapo de manga no dente ou spyware que teima em continuar no PC.

Imagino as traseiras de carros depois que passar a modinha de colar adesivos com membros da família. Ou simplesmente porque enjoou disso, agora que todo mundo tem.

Como remover qualquer rastro de um antigo stick?

DICA de quem comprava VHS de locadoras que fecharam: Algodãozinho, pingo de creme hidratante comum e MUITA paciência. Claro que isso vale a todas as superfícies que não ficarão danificadas com o creme gorduroso, como no caso da tintura automotiva.

Em estojos de DVD, VHS e similares, se ninguém tentou puxar antes o adesivo, o resultado é bem satisfatório. No papel, apenas se ele tiver fina película plástica, como as capas de livros antigas, antes de serem foscas.

A capa da revista é um oferecimento Kitschy Kitschy Coo

[Ouvindo: Let Forever Be - The Chemical Brothers]

12 comentários:

Rafael disse...

Trabalhei muito tempo em video locadora, sendo que a última era dessas grandes, com acervo vasto e um dia por semana eu saia arrumando as eqiquetas, as vezes porque estavam velhas, outras porque estavam com classificação errada. Minha dica pra remover, pelo menos essas superfícies que não precisam de tanto cuidado, tipo estojo de DVD e VHS é removedor, só um pouquinho numa flanela, pelo menos é mais rápido do que o hidratante.

Miguel Andrade disse...

Rafael, mas fica rastro e risca o plástico. Em coisas nossas, que não serão tantas assim, vale a pena gastar um tempinho a mais de deixar "novo". rs

Leticia disse...

Existe um troço chamado "Tira Grude", à venda nas boas casas do ramo.

Comprei por indicação, pra tentar tirar marca amarelada de durex em papel. Resolveu marromenos, mas em plástico funciona que é uma beleza! Mas com carinho e paciência, com algodãozinho.

Agora, pra deixar capas plastificadas (mesmo papel plastificado, o plá final é um pouquinho de sabão de coco diluidinho em água, tb. com algodão e movimentos circulares e pacienciosos. Tira toda a sujeira, proteje e dá brilho.

E, coisa minha: reutilizo todas aquelas almofadinhas de sílica que vêm em embalagens de eletrodomésticos. Quem ainda tem vídeo, é só deixar atrás dos bichinhos na prateleira para evitar mofo/umidade.

Miguel Andrade disse...

Letícia, creminho hidratante todo mundo tem. Mas não sabia do sabão de coco, que ainda lustra!

Ei, mas bem lembrado do durex que também marca que é uma beleza!

Também reutilizo os saquinhos de sílica. No caso de armários (nunca guardar VHS em armário fechado!) na falta daqueles potes que vendem pra sugar umidade, já usei pedra de carvão.

Leticia disse...

Também.

Aqueles potes são caros pra chuchu para o que se propõem!

Podem até ser eficientes num primeiro momento emergencial, mas no dia a dia as almofadinhas são ótimas!

Mas o melhor mesmo é a arrumação e limpeza frequentes.

Miguel Andrade disse...

Letícia, esse é o problema do magnético. Necessitam de atenção frequente.

Tão quietinhas ali, e se deteriorando! :(

Leticia disse...

Acredita que ainda tenho minhas fitas-cassete? O gravador é que toda hora resseca a borracha. Esse, sim, tenho de guardar num lugar fechado.

E estou re-comentando um post sim, outro não, porque tenho de voltar ao trabalho. Em busca do método Refer de produção homem/lauda. Bjs!

Miguel Andrade disse...

letícia, fitas k-7 taquei no fora sem pensar duas vezes. E os malditos disquetes, que tanto me deixaram na mão também.

VHS me sobraram alguns.

Ai, tocador de fita k-7 ainda ficava com cabeçote sujo. Não lembrava mais dessa chateação.

Leticia disse...

É; Ainda insisto em manter a bagaça, mas quase não uso.

Miguel Andrade disse...

Letícia, o que me irritava em K-7 é que a qualidade do som JAMAIS era igual à segunda ouvida!!!

Leticia disse...

Tenho ouvido prejudicado, Miguel. Não percebo essas coisas...

Miguel Andrade disse...

Letícia, ficava chocho logo. Abafado.

Related Posts with Thumbnails