quarta-feira, 22 de junho de 2011

Rita Lee: Preguiça de você

Rita Lee na capa da Ilustrada por estar gravando discos novos. Discos novos de Rita Lee se esgotam na capa da Ilustrada!

Não é de hoje que cansei! Com todo o respeito por tudo o que ela fez há 20 anos, vovó descolada e maluquinha até quando?

É como se o Arlindo Barreto ou o Luís Ricardo vivessem até hoje de pedir uma bitoca no seu nariz, como faziam nos áureos tempos de TVS. Vestir pra sempre a carapuça de gênio que pode pintar e bordar qualquer coisinha que a ovação popular está garantida.

Olha que gosto de Lee, até a fase brega, quando agregou o marido na década de 80, com aqueles hits de deliciosos refrões e rimas fáceis ("Baila comigo, como se baila na tribo..."). Aposto que a maioria dos que ainda pagam pau pra ela é em reverência às memórias afetivas das trilhas de novela.

Seu último CD (último mesmo!) que comprei, minha amiga... Quase voltei na loja exigindo meu dinheiro de volta! Alguém (tentando ser muito engraçada) estava imitando Rita Lee!

Duvideodó que seus fãs fervorosos tenham comprado algum dos seus discos nos últimos 15 anos... Trilha sonora de telenovela ou coletânea “greatest hits” não vale!

Pra ouvir repetição de clichés de sua majestade, fico com as gravações antigas. E quando ela entrou no Twitter começaram a pipocar RT em qualquer bobagem que a senhora dizia.

Como tantas celebridades do Brasil, quando uma de suas asneiras foi contestada, se retirou com estardalhaço. Sim! Famosos brasileiros fazem um favor a todos nós, pobres plebeus, em frequentar redes sociais...

Ai de quem os contestar! Mas ela já voltou faz tempo, podemos respirar aliviados. E nesse enrosco, atirou pedras á Rede Globo... Som Livre (aka prato de sopa) não é Rede Globo, né?

Não sei se é do seu feitio, mas essa gente se sente satisfeita em dar block em quem não lhe cheirar bem. CASTIGO! Não seríamos dignos de ler tais divindades...

Vida longa para a parceira dos irmãos Batista ou à cantora do tema de um folhetim qualquer... Eu hein pra quem se leva muito a sério, mas faz um esforço danado pra mostrar que tá nem aí com o trono muito confortável em que sentou.

[Ouvindo: El Chico Que Yo Más Quiero - Morena y Clara]

26 comentários:

Daniel Tavernaro disse...

Fui no último show feito aqui em BH, sexta dia 10/06/2011.

Olha, já vi shows e momentos melhores viu. Que coisa chata, cansativa, empurrada. Ninguém merece! Mulher chata, falante; insiste com uns assuntos nada-a-ver, fora que o show não teve nem a metade daquela empolgação de outrora!

No show, fala bastante de Twitter, dores nas costas, velhice. |Merda, tem como envelhecer com dignidade? Há pouco tempo fui num show de Dionne Warwick e, esta, jamais cita aquela coisa de idade + tensões mundiais + blá blá blá. Canta, faz aquele teatrinho básico e pronto! Cyndi Lauper, idem! Porque a idosa brasileira tem que ficar reclamando, insistindo em sua genialidade, em sua queda pela tecnologia? Chata!!

Miguel Andrade disse...

Daniel, Chata Lee! Hahahaha

Então ao vivo é a mesma sensação. Triste...

DAVI VALLERIO disse...

Quem diria que nossa ternurinha Wandeca iria envelhecer com muito mais inteligencia e dignidade que nossas ritas,babys e gals da vida.

Miguel Andrade disse...

Davi!!!!! BEEEEEEEEEEEEIJO!!!!! Bem lembrado! Wandeca é mil vezes muito melhor agora, na terceira idade!

Super bem lembrado.

Mahal disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mahal disse...

Poxa...eu gostei do show de BH. Fiquei besta com a disposição da Rita, que mesmo gripada foi firme e animadaça por quase 3 hrs de show.

e numa boa,my droogs...relaxem com a Tia Rita pq tem artista ou "artistas" dando uns vacilos mto piores.

Miguel Andrade disse...

Mahal, e pq tem artista vacilando mais ou menos que está tudo liberado?

Também há muitos artistas TRABALHANDO de verdade, produzindo coisas de VERDADE, que estão longe de ir parar na capa da Ilustrada.

Triste essa unanimidade sacra que algumas pessoas recebem pelo que fizeram no passado.

Isso no Brasil serve como licença pra passar o resto da vida enrolando.

Leticia disse...

Davi Vallerio/Miguel, toquem aqui! Wanderlea é uma senhora phina e elegante. Discreta, natural...

Rita Lee eu só ando ás voltas porque meu sobrinho gosta de alguma coisa. Apresentei-lhe a Rita loura dos Mutantes, pra ver se o menino parava de gastar aquele CD de grandes sucessos. Deu certo em parte.

Mas esse negócio de hippie velha enche o saquinho mesmo. Por que essa senhora não CORTA aquela vassoura mal pintada e não assume os brancos de vez?

Anônimo disse...

Tadinha da Rita. Eu sou fã. rs
Principalmente da fase Tutti Frutti dela. Mas concordo que a qualidade das músicas foram caindo no fim dos 80s pra cá. Mas até que gosto bastante daquela fase Lança Perfume, Chega mais, Saúde...mesmo c/ Roberto de Carvalho já. Mutantes eu já acho superestimado! Falei. Eu adoro essa fase tb, mas acho superestimada em excesso, francamente... Vc já escutou "Build up" ? Disco solo da Rita de 1970 c/ parceria dos mutantes? É maravilhoso. Tão bom quanto um "Fruto Proibido" da fase Tutti Frutti. Mas sim, eu confesso que o que ela faz hoje em dia não é dos melhores trabalhos, apesar de ainda achar como já citado, melhor do que muitas coisas que vemos por aí... Estou imaginando que o tal disco que vc quase devolveu seja o "3001" pq é simplesmente o mais horrível que ela fez na minha opinião e na de qualquer outra pessoa. Muitos discos mais recentes nem ouvi completamente, não são de fato os melhores... Há 20 anos, como vc disse, é pura verdade...eu sempre achei que o último bom disco que ela fez foi o de 1993, mesmo tendo feito bombas anteriores. enfim...

Anônimo disse...

quanto ao twitter, ela já chegou a dizer que p/ entender é preciso assistir John Waters e que ela indicava Female Trouble, rs.

Miguel Andrade disse...

Letícia, isso explica muito. A molecada se encanta com a fase antiga e ela se apoia nisso.

A gente é que conviveu com o declínio artístico se irrita um pouco mais com a bajulação, com a pose de dona da verdade da tiazinha.

Anônimo, que pretensão! Se comparar a John Waters. Não identifico nada dele em seu trabalho novo ou velho...

Conheço relativamente bem sua carreira. Build Up, Mutantes, Tutti Frutti e aquela mais brega, como qualquer brasileiro que assiste novelas ou TV... Ei, rimar "Lá vem ela" com "Gabriela" deve ter sido complicadíssimo.

Não acho Mutantes super estimados. Pelo contrário! Mereciam muito mais respeito pelo ineditismo de seu som.

Rock no Brasil era algo mega provinciano. Também já tive oportunidade de comparar trilhas sonaras de montagens 60's de Hair pelo mundo e a nossa é uma coisa ruim em termos de ousadia.

Mas olha, também sou fã. Fiz esse post saudoso com o que ela foi. Agora é a mais completa tradução feminina do Caetano.

Deita em berço esplêndido passa os dias arrotando regras para o mundo.

E na mosca! 3001 não vale a mídia em que foi gravada.

Passei a evitar qualquer pseudo maluquice artificial dela. Cheguei a ter vergonha alheia quando a vi na TV cantando músicas dos Beatles em versões engraçadinhas com fé de quem estava abafando!

Anônimo disse...

Na verdade foi algo que ela postou no twitter e não entenderam...ela disse p/ a pessoa assistir female trouble que entenderia. não lembro bem. Confesso que estou c/ um pouquinho de curiosidade sobre o "bossa n movies" pq adoro cinema, mas o outro disco me desanimou só c/ o nome. "macumbinha" ou "zzyzx" (nem sei se escrevi certo, rs.) O "3001" tem dedo do filho dela. Como se o Roberto já não fosse bastante...

Miguel Andrade disse...

Anônimo, pois é, como se o marido já não lhe fosse o suficiente para trabalhar... rs

Ah, esse das trilhas me desanimou bastante. Imaginando coisas engraçadonas como ela fez com os Beatles...

Daniel Tavernnaro disse...

3 horas de show? Ok, não estávamos no mesmo show. Foram EXATOS 1h40.

Meu primo chegou de Buenos Aires há 3 dias e disse ter ido ao show dela lá, há 1 mês. E o que ele disse? Que ela conta a meeesma história sempre: velhice + algum motivo para estar com a voz "estranha" + twitter + notícias da atualidade. Aqui, foi gripe, vulcão e dor nas costas; lá, falando devagar para todos "entenderem", dor nas costas....

Sobre drogas, pouco me baseio em ouvir algum artista porque ele usa ou não. Afinal, o que ele faz chega aos meus ouvidos, não ao meu nariz, rs! E também tem muita velha drogada fazendo pérolas como sempre fizeram. Patti Smith, oi?

Miguel Andrade disse...

Daniel, hahahaha! Na Argentina o show é o mesmo em todos os sentidos.

Tem razão quanto as drogas, isso pouco nos importa.

Mahal disse...

seguinte, my droogs. Os Mutantes fazem parte da minha santíssima trindade musical, pra mim são perfeitos. e quem diz que eles foram superestimados devia ouvir melhor os discos deles e estudar sobre a época em que eles foram gravados, o processo de gravação, os instrumentos criados por eles (como o pandeirinho de tampinhas de coca-cola da Rita e a guitarra Régulus, feita pelo Cláudio César, irmão de Arnaldo e Sérgio), aí depois me conta quantos fizeram tanto quanto eles aqui no Brasil (não desmerecendo outras bandas brazucas, adoro psicodelia brasileira).
Em relação à Rita, apesar de ser fã, reconheço que suas músicas caíram mesmo de qualidade, e que ela tem tido momentos bastante vergonha alheia em seu twitter.
Mas é o tipo da coisa: eu não fico esperando que o artista seja o mesmo o tempo todo. são mtos anos de carreira e a tendência é essa, ou o artista faz mais do mesmo ou começa a ficar chato. porque lá no fundo, já deve estar chato pra ele também.
e eu repito: gostei sim do show da Rita e espero ir a todos que ela fizer em BH. Ela anda chata? Anda. Tá se repetindo? Tá. mas eu sinceramente não me importo.

Pior tá a Amy Winehouse que o povo paga caríssimo pra ver e ela não aguenta 5 minutos de show, hohoho!

Mahal disse...

Claro que anda cheio de bandas e outros artistas que estão fazendo coisas maravilhosas e realmente mereciam mais destaque. O problema é que aparecer na mídia e contrato com grandes gravadoras geralmente envolvem perda de identidade, e não é todo mundo que se submete a isso.

Louvada seja a terra sem lei chamada internet!

Miguel Andrade disse...

Mahal, ninguém está discutindo o passado de alguém aqui. Mas o presente...

A questão é: Que coisa aborrecida gente que foi brilhante no passado ser ouvida pra falar um monte de besteiras o tempo todo.

Quanto a Amy, já são outros 500. Muito cretino quem paga pra ver um show dela e espera uma banalidade qualquer. Acho tudo ótimo!

Tomara que quando ela ficar velha não vire uma triste figura que se repete num personagem caricato.

Daniel Tavernaro disse...

Mas hoje os artistas da música são extremamente caricatos (Amy Winehouse, Lady Gaga, ....), infelizmente (ou não). E Rita está tentando ser caricata. Fala, fala, fala dos outros, dos novos... Mas não vem e faz melhor. Fala das novidades do Séc. XXI mas mostra claramente que não sabe lidar com isso...

Acho que se ela ainda fosse aquela velha roqueira - e não uma roqueira velha - seria muuuuuito melhor!

Miguel Andrade disse...

Daniel, Gaga me faz morrer de vergonha sempre. Seus fãs idem.

No caso Twitter e Rita Lee, a história se aplica a boa maioria das celebridades e aspirantes a tal no Brasil. Acham que podem usar aquilo ali para cagar regras aos súditos.

Mahal disse...

Eu sinceramente acho que a Amy não vai chegar a ficar velha, hohoho!

Miguel Andrade disse...

Mahal, putz, se for pra ficar velha e babaca...

Daniel Tavernaro disse...

É, Amy não ficou velha....

Quer dizer, não ficou idosa, porque agora tornou-se ícone para a posterioridade....


Para meu desespero, rs.

Miguel Andrade disse...

Daniel, UAU! Você lembrou deste post em relação à Amy!!!

Anônimo disse...

seus doidos, saibam que existe um velho e sagrado ditado que quem e rei nunca perde a coroa !! esse serve pra rita lee que ta acima disso tudo que vcs fafaram !!!

Miguel Andrade disse...

Anônimo, acima do que a gente "fafou" está o que ela acabou de fazer num show, colocando uma multidão contra a polícia, pra bancar a véia revolucionária aos olhos da molecadinha impressionável.

Related Posts with Thumbnails