segunda-feira, 6 de junho de 2011

Ladies and gentlemen:

Milionária que embora viva de férias em lugares paradisíacos com o marido, um bem sucedido empresário, precisa resolver crimes e desbaratinar gangues . Sem desmanchar a escova ou deixar de se referir ao cônjuge por “vida”, “amorzão”, entre outras palavras similares.

[Ouvindo: Juke Box – Andre Previn]

10 comentários:

Leticia disse...

É porque você não conheceu a phopha que a dublava. Meu Deus, que mulher enjoada!

E olha que defendo dublagem, hein? Mas acho que nesse caso a tradução e o filtro travesseiro que puseram nas falas em português da mulher a prejudicaram sobremaneira.

Miguel Andrade disse...

Letícia, NAAAAAAADA! Amo a voz brasileira dela! AMO.

E olha que ao contrário de você DETESTO dublagem. hahaha

Mas acho que a voz combinava muito bem com a personagem.

Leticia disse...

Miguel, estamos nos opostos, pois! Não curto vozes femininas muito sexys sempre. Tinha uma moça lá na rádio que cismou de fazer assim. Transformou um simples anúncio de esmalte em um orgasmo, sabe?

A voz de Jeniffer era figurinha fácil nos anos 70, junto com a de Jonathan Hart - pertencente a um rapaz seriíssimo, competentíssimo e profissionalíssimo, sobre quem corriam boatos (coisas da época, veja bem).

Miguel Andrade disse...

Letícia, a voz da Dana Scully no brasil é outra maravilha.

Revendo hoje Casal 20 acho que combina bastante. Na época eu não sacava o quão sexual é o casal.

Lembro muito da voz da Jeniffer em outras coisas. E este é um dos pontos que não gosto de dublado.

A repetição de vozes me incomoda muito.

Leticia disse...

A mim também. Mas isso era falta de profissionais, não problema da dublagem em si.

E o problema são vozes marcantes tb. Como a daquela atriz que não lembro o nome... aquela que fazia a dinossaura mãe, da Família Dinossauro.

Miguel Andrade disse...

Letícia, vejo quase nada dublado hoje, mas continuo identificando vozes.

Sei! Que era a doméstica em O Rei do Gado. A voz dela estava em todas!

falando em "Família", nunca dei muita bola pra X-Files quando passava na época pq a voz na abertura que dizia "Arquivo X" era a do Homer Simpson!!!

Leticia disse...

Fui lá procurar: Maria Helena Pader.

Rolando de rir com o Homer...

E a propaganda de esmalte que tem agora com a voz do Wilker, em seus arroubos geriátricos? Vixe!

Miguel Andrade disse...

Letícia, será que se for só a voz eles cobram menos?

Leticia disse...

Ah, sim. Tem tabela e tudo, mas, como em todas as profissões, há as estrelas.

Miguel Andrade disse...

Letícia,a Bloch faz de uma marca de celular faz tempo. Ou é ela ou é a irmã, muito parecida tanto na voz quanto fisicamente.

Related Posts with Thumbnails