sábado, 21 de maio de 2011

Sua majestade à mesa

Nem sou muito nojentinho, mas está aí coisa que me revira o estômago: Sentir cheiro de cigarro durante as refeições. E olha que sou fumante... ATIVO!

Bette Davis deve ter aproveitado qualquer pausa nas filmagens de Meu Reino Por Um Amor (The Private Lives of Elizabeth and Essex, 1939 de Michael Curtiz) para pitar. Por motivos óbvios, ela extraordinariamente não aparece dando tragadas em cena.

Foi dela quem mais me lembrei na hora de fazer mimimi tentando parar de fumar, relembre aqui. E já contei um a um em quantos ela manda brasa em A Malvada.

A imagem é um oferecimento Greenbriar Picture Shows.

Veja também:
Baforadas de maldade


[Ouvindo: Moon Zero Two - Don Ellis]

17 comentários:

Refer disse...

Winston Churchill fazia assim, interrompia as refeições para acender um dos seus formidáveis charutos, e continuava a comer em meio as baforadas.

Vcs fumantes são uns boiolas (ativos e passivos). Não se deixem intimidar pela brigada antitabagista xiita. Metam um cachimbo aceso no rabo do Drauzio Varela! Reajam, porra!

Miguel Andrade disse...

Refer, pobre de quem estava a volta.

Hahahahah! Revoltado você fica mais engraçado!

Jamais faria qualquer coisa só pq é a modinha do momento. Muito menos parar de fumar.

Refer disse...

"Engraçado" é a Dilma de baby-doll imitando a Annik Malvil.

Curioso é que pra putaria e ilegalidades o povo se mobiliza, tipo 'beijaço' no Frei Caneca, Marcha da Maconha, casamento guei, churrasco na Av. Angélica..., mas pelo direito de fumar, que nunca foi contra lei, o povo emboiola, amarela grandão. Bando de maricões sem-verg0nha, isso sim.

Miguel Andrade disse...

Refer, hahaha!

Vejo por outro lado: Classe média fazendo o joguinho deles ao lutar contra bobagens como fumar ou não uma erva, enquanto existem temas muito mais relevantes a serem discutidos pela sociedade.

Como aborto, por exemplo.

Leticia disse...

Refer e Miguel, depois que uma notória maconheira passou um veja-bem em mim e num amigo por fumarmos na sua santa frente, não duvido de mais nada.

Tenho saudades dos maconheiros de antigamente. Vivemos um tempo de babaquices.

Refer, Drauzio Varela é o de menos. Eu escolho passar uns momentos de abstinência a ter de ouvir uma Merdileine com discurso de nova classe média caprichosa, limpinha e politicamente correta pra cima de moá. Tenho trauma dessas coisas.

Miguel Andrade disse...

Letícia, imagino a carinha da notória maconheira resmungando de fumaça de cigarro!

Babaquizaram até os maconheiro hoje em dia! Faça-me o favor!

Moyses Ferreira disse...

linda! dela eu aturava baforada na cara!!!

Leticia disse...

Babaquizaram tudo! Sabe o que é isso? Falta de intelecção.

A criatura não sabe mais interpretar o que lê e acaba recorrendo a seu pobre raciocínio.

Bem pensa o Moyses Ferreira: pra você ter contato com o passado, precisa conhecê-lo e aceitá-lo como foi.

Miguel Andrade disse...

Moyses, lembro de você dizendo neste mesmo espaço aqui que toparia uns tabefes do James Cagney!

Letícia, e qualquer mané não tem vergonha de exigir ter voz ativa. Mesmo sendo voz ativa sem entender realmente do que se trata.

Anônimo disse...

Recorro a um já velho mote: MID!

Leticia disse...

Eu.

Leticia disse...

(Xi, deu tudo errado. Vou tentar comentar de novo:)

Recorro a um já velho mote: MID!

Miguel Andrade disse...

Letícia, não entendi nada! Hhaha

Leticia disse...

Primeiro eu comentei. O comentário apareceu, mas estava anônimo. Aí comentei de novo pra dizer que fui eu.

Daí percebi que o primeiro comentário tinha sumido, e o refiz, com relação ao que você falou por último, sobre voz ativa: "Maldita inclusão digital".

Miguel Andrade disse...

Letícia, total! Bons tempos aqueles em que os idiotas eram invisíveis. Ou melhor, em que a maioria dos idiotas eram.

Leticia disse...

Era um ajeitamento, na minha opinião, benfeito por Deus (olha as teorias!). Uns poucos no pensamento de ponta, o resto tudo na agricultura. Assim devia ser.

Simplesmente não há lugar pra todo mundo dentro do glamour.

Miguel Andrade disse...

Letícia, bem por aí mesmo. Funcionava bem... Aí veio a internet e ponto!

Related Posts with Thumbnails