quarta-feira, 20 de abril de 2011

Garotinha do papai

A menininha ao centro, não se trata de uma menininha. Na verdade é o diretor Billy Wilder, que como os pais sonhavam em ter um casal de filhos, o punham de vestidinho, pra fazer par com o irmão.

Colocar roupa feminina em garotos pode ser uma brincadeira comum, mas no caso dos Wilder, pelo registro, era sério e tratado com naturalidade. Posar para fotografias nessa época (provavelmente 1909) era uma grande ocasião em família.

Parece que este hábito de vestir filhos como meninas era hábito no final do século XIX, começo do XX. O escritor Oscar Wilde (1864-1900) vivia igualmente trajado como garotinha vitoriana, com lindos cachinhos e tudo, conforme você vê na imagem ao lado.

Voltando ao diretor indicado 15 vezes ao Oscar (levou 6!), embora registrado Samuel Wilder, sua mãe (que estaria obcecada pela cultura dos EUA) o chamava desde sempre como Billie. Nome que além de soar norte americano, é mais corriqueiro em garotas.

Ele assinou seus primeiros trabalhos dessa forma até se mudar para a terra do Tio Sam e utilizar a grafia que ficou mais conhecida: Billy. O irmãozinho mais velho (vestido como menino) é W. Lee Wilder, que se tornaria produtor e diretor de filmes B.

[Ouvindo: Tentochito – Eddie Marcon]

6 comentários:

Leticia disse...

E a gente zoando com papai e suas fotos de criança, vestidinho de toureiro e marinheiro. Moda...

Miguel Andrade disse...

Letícia, de toureiro? haha! Tenho uma no colo do meu pai em que estoud e chapéuzinho de marinheiro. Adoro essa foto!

Leticia disse...

Ah, que botitinho!

Miguel Andrade disse...

Letícia, pensei que eu tivesse escaneado e colocado no Flickr, mas ainda não pelo jeito.

Leticia disse...

Se colocou, não lembro, sinceramente, Miguel. Vou lá dar uma olhada em breve.

Miguel Andrade disse...

Letícia, não coloquei ou sumiu! Vá saber...

Related Posts with Thumbnails