quarta-feira, 30 de março de 2011

Proteção espacial

Se um dia eu fizer terapia, vou passar muito mais tempo falando da frustração em nunca ter tido uma arminha de raio laser, do que mal da minha mãe. Batata!

Laser é modo de dizer, óbvio. Só o design retrô já é o máximo! Quem nunca brincou com que o secador da mamãe era bom pra matar alienígena?

Nem tô sozinho nessa! Veja esta galeria no Flickr, só com “armas” do tipo.

A imagem é um oferecimento deebe63

[Ouvindo: Quiet Sound– Liz Damon's Orient Express]

5 comentários:

Metheoro disse...

Eu nunca tive também.
Meu pai dizia que dar esse tipo de brinquedo pra criança, era icentivar ela a usar armas quando adulto.

Só tinha um revolvinho d'água no carnaval, e olhe la, desde que ele não se parecesse com nada (pistola, revolve, basuca etc etc).

Pai neurótico, que você escutou certa vez uhaahauhauha

Calabouço do Andróide disse...

Eu tenho a minha guardada até hoje. Nunca se sabe quando vou precisar de novo.

Miguel Andrade disse...

Metheoro, revolver realista até vá, mas arminha espacial? Tive umas de cowboy com espoleta e tudo. Adora me vestir a caráter.

Calabouço, Hahaha! O Laser deve estar gasto!

Daniel Tavernaro disse...

Nunca tive revólver ou arma de brinquedo. Lembro-me de uma bazuca, mas nem sei o que ela fazia (não, não era de água...) que mesmo assim veio num kit para detetives ou algo do tipo. Bem Guerra Fria mesmo, hihihi.

Tenho sentido falta de filmes que retratem o futuro comum a boa dose de saudosismo,que é o caso dessa arma "do futuro"... Ninguém está a fim de refilmar Barbarella não?

Miguel Andrade disse...

Daniel, Barbarella seria refilmado pelo Robert Rodriguez. Nunca mais ouvi falar no projeto.

Related Posts with Thumbnails