sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Faye Dunaway querida!

Li outro dia que Faye Dunaway aponta sua participação em Mamãezinha Querida (Mommie Dearest, 1981 de Frank Perry) como responsável pelo declínio de sua carreira. Detesta até tocar no assunto.

O filme, adaptado do livro escrito pela filha adotiva de Joan Crawford, mostra o lado mais sombrio da estrela em sua vida doméstica com os filhos. Dunaway teria dito que tentou dar profundidade ao personagem, mas o papel foi escrito contando apenas um lado dos fatos.

Rendeu-lhe seu primeiro Razzie Awards (Framboesa Dourada), espécie de Oscar às avessas para “premiar” os piores do ano. Foi sua segunda indicação, num total de oito até agora.

A jornalista Dulce Damasceno de Britto chegou a comentar em tom de brincadeira, que a decadência profissional de Dunaway parece ser vingança vinda do além pela estrela que retratou. Crawford, enquanto viva, jamais levou desaforo pra casa.

Bobagem! Em Os Olhos de Laura Mars (Eyes of Laura Mars, 1978 de Irvin Kershner) ela já estava bem caricata, só na gritaria e caras e boca.

Sem falar que Mamãezinha Querida a fez ser bem mais popular hoje, do que muitas atrizes de sua geração. Pelo menos entre os admiradores de filmes cults e/ou de gosto duvidoso.

Geniosa, por muito tempo comentou-se seus atritos com o diretor Roman Polanski durante as filmagens de Chinatown em 1973. Ela teria terminado uma discussão atirando-lhe um copo como xixi!

Xan Brooks, jornalista do The Guardian, foi entrevista-la em 2008 consciente da sua fama de celebridade temperamental. Mesmo assim, decidiu perguntar sobre a veracidade da história da urina, esperando que mesmo não gostando do tema, desse sua versão do ocorrido e...

... Ele foi posto pra fora em três minutos! Ficou fula, aos berros disse se sentir insultada e encerrou a entrevista!!!

Não há problemas! Se Faye Dunaway não é chamada para trabalhar com grandes diretores, que lhe ofereçam grandes papeis, ela arregaça as mangas e faz isso por si.

Aos 70 anos, encontra-se em pós-produção de sua estreia na direção de longas-metragens. Coadaptou para a tela grande a peça Master Class, onde viverá a diva Maria Callas.

Torcendo para não ser a segunda diva que interpreta a lhe render indicação ao Razzie. Raios não podem mesmo cair duas vezes no mesmo lugar.

A primeira imagem é um oferecimento Le Clown Lyrique, a segunda feastoffun.com e a terceira Poster 555.


12 comentários:

Refer disse...

Fazer Maria Callas é uma temeridade. Callas podia fer feita por Anouk Aimée, nos bons tempos.

Para mim, Faye Dunaway ficou célebre pelos filmes Bonnie & Clyde e Chinatown.

Não vi Mommy Dearest porque o filme já chegou muito mal comentado. Eu gostava de Frank Perry, o diretor. Fez um dos filmes dos anos 60 que mais gostei, O Verão Passado, com Barbara Hershey. Já assistiu esse?

Miguel Andrade disse...

Refer, e diz que ela estava há anos tentando fazer Callas. Pense a bomba!

Ah, tenho ela em vários filmes, mas lembro mais ela em Mommy Dearest até pelo absurdo. Daqueles filmes que a

Mas nunca vi O Verão Passado!

Rubens Oliveira disse...

Ela participa de um episódio da 5ª temporada de Grey's Anatomy.

Interpreta uma médica que já deveria ter se aposentado, mas existia em continuar sendo a "deusa das cirurgias".

Pelo visto, deve ter sido uma homenagem dos produtores a carreira dela (ou quase isso).

Miguel Andrade disse...

Rubens, pois é! Atrizona participando de seriado...

Apareceu também de um episódio de CSI! Tem-se que pagar as contas em dia.

Ed. disse...

Tem tbm a história que Roman Polanski ter puxado um fio de cabelo dela, e a Faye ficou doidona de raiva!

Ela era linda, uma grande atriz... mas tbm, deveria ser egocentrismo em pessoa. Quando o "encosto" da Joan a derrubou de vez, as únicas mãos que foram estendidas à Faye foi para empurrá-la poço a baixo...

Miguel Andrade disse...

Ed., ei! Mas ela tá vivona!

RFernan disse...

Deu sorte em alguns papéis. Ganhou um Oscar ridículo em Rede de Intrigas. Gente insuportável tem que ser relegada ao ostracismo mesmo...

Miguel Andrade disse...

RFerman, ah, mas eu curto ela over. Tipo a vilã de Supergirl! hahaha

O caso dela parece o mesmo da Sean Young http://cidadaoquem.blogspot.com/2010/04/atriz-beira-de-um-ataque-de-nervos.html

Alex Gonçalves disse...

Essa matéria escrita por Dulce Damasceno de Brito é sensacional, tenho essa edição da Revista Set que comenta a respeito. Bom, eu amo "Mamãezinha Querida", mas acho compreensível a má fama da época. Atualmente, assim como "Showgirls", é encarado como uma grande pérola do cinema.

Já sobre a honorável Faye Dunaway, bem, ela é uma atriz extraordinária. O problema é que envelheceu mal, muito mal. E para mim, isso não é apenas culpa da maldição de Joan Crawford.

No mais, até gosto de "Os Olhos de Laura Mars", vi no início do mês. Acho que ela se sai muito bem nas cenas onde atua como fotógrafa. Pena que sejam breves.

Miguel Andrade disse...

Alex, se não me engano é aquela em que chama a Crawford de A "rainha do vale-tudo".

Gosto bastante de Laura Mars. Camp até o osso!

Daniel Tavernaro disse...

Só eu que acho que Faye está cada vez mais idêntica às caras e bocas do RuPaul?

Bom, e sobre a atriz em si, pelo menos pra mim, que gosto de filmes mas não chego a ser cinéfilo, o nome é famoso... Mas não conseguimos unir o nome a pessoa ou a algum personagem.

Miguel Andrade disse...

Daniel, ela tem um jeito de interpretar meio Regina Duarte. lembro muito....

Related Posts with Thumbnails