domingo, 9 de janeiro de 2011

Coca-Cola é isso aí!

Quando a bonequinha domesticada Betty Draper resolveu se livrar dos grilhões “do lar”, parecia haver rumo certo: Participar como modelo de campanhas publicitárias. E o que é melhor do que a propaganda para mascarar uma desconfortável realidade?

Isso lá no nono episódio da primeira temporada de Mad Men, intitulado Shoot (2007). Mesmo contra vontade do marido publicitário, foi ao teste não dando confiança à agência rival à do cônjuge.

Primeiro choque, claro, foi notar que os tempos de dona de casa a deixaram em descompasso com a moda, continuando a usar as regras rígidas 50’s.

Como por milagre, foi a escolhida! Conseguiu fotografar uma campanha inteira para a Coca-Cola. Teria o estilo Grace Kelly, procurado pelo anunciante.

Infelizmente, estava apenas sendo usada numa briga entre publicitários, e seus anúncios nunca foram utilizados. Alegaram mudança de planas. A onda agora era o estilo Audrey Hepburn, muito mais em sintonia com os anos 60.

E a graça desta série é exatamente a confusão entre realidade e ficção. Olha este anúncio real da Coca-Cola de 1962:

A modelo é toda cocota, bufante, quase uma Grace Kelly em biscuit. Bem distante da realidade do período.

Audrey Hepburn? Como se a publicidade andasse tão rápido quanto os hábitos sociais. Eles estavam mentindo mesmo para dispensá-la.

Os stills são um oferecimento Tom & Lorenzo. O anúncio Christian Montone.

[Ouvindo: Who's Afraid Of The Big Bad Wolf – Charlie And His Orchestra]

2 comentários:

Gastão disse...

A situação é semelhante à do personagem do Robert Downey Jr. em Kiss Kiss, Bang Bang. Acontece muito na vida real também (admito com certo desconforto que já fui usado assim).

Ainda não vi Mad Men, fiquei sabendo dessa série só por causa do destaque dado ao bem-apessoado do Jon Hamm.

Miguel Andrade disse...

Gastão, é excelente! cada episódio é inesquecível.

Inteligentes e artísticos. Sem exageros!

Related Posts with Thumbnails