sábado, 18 de dezembro de 2010

Trocando o óleo

Uma coisa “Pra capa tive uma idéia bem doida!”. E deu nisso!

Ah, Peter Ustinov devia contar piadas nesse disco, não cantar. Gênero defendido no Brasil pelo Costinha e seu Peru da Festa.

Minha melhor memória desse tipo de coisa é da fita cassete do Ary Toledo que meu tio colocava pra rodar em toda viagem. Aprendi boa parte do meu repertório de palavrões aí.

Na minha coleção de vinil tem um da insuportável Whoopi Goldberg em fase insuportável ao cubo. Quando fazia esse stand-up na Broadway.

Sorte a nossa que a pirataria e os downloads ilegais detonaram com a industria fonográfica. Pensou nessa febre de comediante stand-ups o que seria vendido de CD? Toc, toc, toc!

A capa é um oferecimento Epiclectic

[Ouvindo: He's A Man, That's All – Lizabeth Scott]

2 comentários:

Refer disse...

Toca aqui! Whoopi Goldberg é a coisa mais aborrecida, sem graça e broxante que apareceu no cinema.

Até a Lassie é mais sexy, engraçada e interessante do que ela.

Vai entender o que o povo vê nessa figura.

Miguel Andrade disse...

Refer, não imagino! Pelo menos está bem desprezada hoje em dia.

Related Posts with Thumbnails