terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Imortal exército de esqueletos

Jasão e Os Argonautas / Jasão e o Velo de Ouro (Jason and the Argonauts, 1963 de Don Chaffey)

Caverna do Dragão – O Cemitério dos Dragões E07S02 (Dungeons & Dragons - The Dragon's Graveyard, 1984, cartoon de John Gibbs)

Uma Noite Alucinante 3 (Army of Darkness, 1992 de Sam Raimi)


Pequenos Espiões 2 – A Ilha dos Sonhos Perdidos (Spy Kids 2: Island of Lost Dreams, 2002 de Robert Rodriguez)

God of War III (2010, vídeo game de Stig Asmussen)

Em meio a tanto lixo, bom termômetro do brilhantismo na cultura pop é perceber seus respingos em incontáveis outros produtos ao longo de décadas. Por exemplo: os guerreiros esqueletos de Jasão e os Argonautas!

Fantásticos em seu perfeccionismo de movimento e sincronia com os atores de carne e osso. Mesmo vendo hoje em dia, garantem toda a tensão no clímax deste marco do cinema “sandália e espada”.

Claro que agora bastaria uma equipe afinada por detrás de um computador. Em 1963 foi necessária a técnica de stop-motion, a cargo do especialista em efeitos visuais Ray Harryhausen.

Stop-motion consiste em fotografar frame a frame bonequinhos estáticos. Cada movimento uma foto, até que a sequencia de imagens dê a sensação de movimento.

Imagina o trabalho, com o perdão do trocadilho, colossal! Não bastava agirem como um exército sem carne, mas interagir com os atores.

A cena toda dura pouco mais de 3 minutos nos ar, e consumiu quatro meses para ficar pronta. Harryhausen trabalhava sozinho, o que ajudava a deixar o processo mais demorado.

Sua minuciosa obra pode ser vista em incontáveis outros filmes como Fúria de Titãs (Clash of the Titans, 1981 de Desmond Davis), embora considerasse essa luta seu melhor trabalho. Foi também sua estréia no cinema classe A, sendo que a trilha sonora é do consagrado Bernard Hermann.

E após tanto tempo, com o mundo tão diferente de 1963, social e tecnologicamente, seu encanto pode ser encontrado em jogo de vídeo game de última geração como God of War III. Pop é isso!

CG Vs. Stop-motion
Ray Harryhausen - Gênio trabalhando
Fúria de Titãs - Remakes servem pra isso

6 comentários:

Fabulastic disse...

Só não percebo porque é que o realizador não aproveitou essas modelos fabulosas para uma passerelle da Donatella Versace.

Com uma peruca loira e um pouco de make-up e seriam simplesmente perfeitas!

Miguel Andrade disse...

Fabulastic, opa! Algum artista de stop motion poderia executar essa tua idéia!

DAVI VALLERIO disse...

Que engraçado,ontem mesmo eu estava assistindo aquele filme Monster Club,com o Price ,o filme é bem Lelé, e tem uma cena que eu achei fofa de animaçao,uma stripper tira tudo,fica só o esqueletinho dela dançando e o impagavel vincent comenta... NICE BONES!!!Vc com certeza ja deve ter visto esse filme,adorei a trilha

Miguel Andrade disse...

Davi, eu tinha subido ao You Tube essa cena do strip... Na conta em que eles cancelaram! :(

Mas o post sobre ela ainda está de pé!

http://cidadaoquem.blogspot.com/2010/08/radicalismo-burlesco.html

Refer disse...

Tens razão, é osso.

Miguel Andrade disse...

Refer, duro!

Related Posts with Thumbnails