quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Pausa para nossos comerciais

“Brilhe” como dona-de-casa! – Novo Omo

E saudades do tempo em que mês sim, mês não, tínhamos um novo Omo. Muito superior ao anterior.

A pista para eles terem abandonado o surrado marketing parece ser o que li no Top of Mind deste ano. Consideram “Porque se sujar faz bem”, slogan desde 2003, um dos maiores acertos da marca.

Ouvi a vida toda que OMO não significava nada em qualquer lugar do planeta! Agora contam que são as iniciais de “Old Mother Owl” (velha mãe coruja).

Lançado em 1957, Omo foi o primeiro detergente em pó vendido no Brasil. Teria demorado 10 anos para se tornar mais popular que o sabão em pedra!

Como televisão não era um veículo comum, distribuíam amostras do produto e sessões de cinema. Donas de casa eram convidadas para o Cine Vesperal, onde assistiam demonstrações do produto antes do filme começar.

A propaganda aí de cima escaneei de uma revista de 1962, em plena batalha contra o velho hábito na hora de lavar roupas. Não sei se lavo roupa direitinho, mas nunca comprei sabão em pedra!

Mas cá pra nós, precisam-me convencer mais pra levar um produto cujo valor é quase o de ouro em pó com tantos similares! Já bastam ração de gato, Doritos e pasta de amendoim estarem pela hora da morte.

[Ouvindo: It Happened In Monterey – Billy May]

6 comentários:

pudimdeideias disse...

"Pq se sujar faz bem" mais uma empresa apostando no tipo: você merece, aproveite, blablabla.
Minha amiga compra em Paris um sabão em pó em bisnaguinhas que deixa a casa num perfume só... procurei aqui e ainda não achei (é do sabão ariel), mas depois cheguei a conclusão que é a secadora que deixa o cheirinho bom na casa, e ai desisti. Um perfumador muuito caro pro meu orçamento. :)
Adorei a propaganda.

Miguel Andrade disse...

pudim, mesmo se chegassem essas bisnaguinhas, iriam custar uma nota preta!

Tchia Deslogada disse...

"lava montanhas de roupas"... Quem lava a montanha de roupas é você, ameega dona de casa. Esquente a barriga no fogão para depois esfriá-la no tanque, usando OMO, e BRILHE.

Mamis usava Rinso na década de 70.

Miguel Andrade disse...

Tchia, Rinso era o principal concorrente do Omo. Não entendi direito a revista, mas acho que era em pedra antes.

Ed disse...

E o Rinso? O revolucionário granulado que fazia a alegria no tanque!


Minha mãe falava que quando criança, essas coisas eram apenas para gente de alto poder financeiro. As pessoas 'normais' tinham que encontrar a felicidade no tanque usando as mãos 'quase' a seco.

Miguel Andrade disse...

Ed, mas que TRISTEZA!!! Hahahah

Related Posts with Thumbnails