terça-feira, 12 de outubro de 2010

Pausa para nossos comerciais

Os homens de maior distinção usam Aqua Velva

Produto exclusivo para senhores distintos! E o que era a propaganda?

Usar homem maduro pra anunciar produto não vejo desde Grecim 2000. Afinal, compra-se um estilo de vida acima de qualquer coisa.

Se bem que nos 50’s era IN aparentar mais idade, e/ou distinção. Seja lá o que isso significava...

Uma das graças de assistir clássicos hollywoodianos, principalmente nas cenas de festas, é ficar imaginando o cheiro. O cheiro daquela gente enquanto filmava.

Sempre idealizei algo do tipo charuto com brilhantina Gessy. Qual seria o odor de Aqua Velva?

[Ouvindo: História de Uma Gata – Nara Leão]

21 comentários:

Leticia disse...

Acqua Velva era coisa fina, tradicional, discreta e elegã. Depois veio a era hardcore das colônias Pinho Campos do Jordão. Aí a coisa degenerou...

Nas fragrâncias d'hoje, sempre com um toque doce dos infernos, Acqua Velva passaria batido pelas moçoilas distraídas... Mas só pelas distraídas.

Miguel Andrade disse...

Letícia, e a senhora lembra de Acqua Velva!!!! Tô bobo!

Glauco disse...

Toda vez que almoço em algum restaurante de Copacabana, cheio de senhores antigas, eu fico imaginando como seriam os cheiros dos bailes nos idos dos 50.

Miguel Andrade disse...

Glauco, Copacabana deve ser mesmo cheia disso. Pelo menos pra mim, que não voltei mais nos últimos 20 e tantos anos.

Leticia disse...

Claro que lembro.... Faz tempo que não acompanho um cavalheiro à barbearia, mas era o que havia, sim...

Outra coisa que adorava era o desodorrã Atkinsons, que se prestava a usos outros além das aquessilas. Pena que pararam de fabricar...

Miguel Andrade disse...

Letícia, ainda existe Acqua Vella lá fora!

http://twitpic.com/2x4nrn

Leticia disse...

Tá vendo? Não morreu! Só aqui, na terra da fragrância moranguinho...

Nada que ver, mas a verif. de palavras é: thoba.

Miguel Andrade disse...

Letícia, Thoba foi onde o Blogger me fez tomar hoje, né? hahahaha

E o cheirinho de "morango com champanhe?" JESUS!!!

Leticia disse...

Miguel, foi.

A verif. de palavras é uma homenagem ao dia.

Morango com champanhe, morango com melão, morango com toques cítricos. Quanto mais incrementam a coisa, mais complicado fica...

No dia em que você tiver a oportunidade de topar com um acqua velva, entenderá perfeitamente o que digo.

Miguel Andrade disse...

Letícia, e pior que morango, a fruta, não tem NADA A VER com esses futuns que inventam pra ela!

Leticia disse...

Não mesmo... E ainda que tivessem, perfume, na acepção epidérmica da palavra, não combina com comida (minha opinião, claro...).

Faz um tempo resolvi experimentar um xampu de chocolate, atrás de certa hidratação. Mas pra quê? Tive a nítida impressão de que juntaria moscas em torno do cabelo!

Tirei tudo na hora e lavei a cabeça de novo com o bom e velho Acqamarine...

Miguel Andrade disse...

Letícia, tem uns sabonetes líquidos pavorosos de chantili com pêssego, chocolate... De embrulhar o estômago lavar o rosto com eles logo cedo.

Leticia disse...

Puá!!! Às vezes nem o café com pãozinho desce, imagina uma quitanda...

Miguel Andrade disse...

Letícia, hahahahaha! Pior que eu compro pra experimentar, me arrependo e fico com dó de desperdiçar jogando fora. Fico meses nesse martírio.

Leticia disse...

Eu também... Mas outro dia joguei, olimpicamente. Uma coloninha "sabor" melão.

Onde eu estava com a cabeça quando comprei um troço desses? A gente achando que adquiria todo o frescor do melão, mas o produto vinha com a parte melecada...

Miguel Andrade disse...

Letícia, MEU DEUS! Tô imaginando a sensação da melecagem... :-/

Leticia disse...

Certo ranço, sabe?

Mas me compensei. Ontem trouxe pra casa dois sabonetes Phebo, "sabores" Naturelle (embalagem laranjinha) e Flores da primavera (embalagem rosa-claro. Nunca tinha visto ou reparado, me parecem novos.

O perfume parece o máximo, mas falta experimentar.

Miguel Andrade disse...

Letícia, se pensar bem, é um absurdo a gente comprar estas coisas sem experimentar. Se não gostar vá lá, ninguém more de continuar usando, mas se DETESTAR tá ferrado!

Leticia disse...

Pobreize não haver amostras de qualquer coisa em qualquer lugar pra pessoa SABER o que está levando. Custa fazer sachês de desodorante, por exemplo?

E batom? Hirc! Você acha que justo EU vou experimentar aqueles mostradores de batom que já passaram pelos beiços (ou pela pele mesmo) de um monte de Jucicleide? Eu, hein?

Miguel Andrade disse...

Letícia, e me assusta desodorante (a maioria) não ter lacre. Duvideodó que alguns funcionários não deem boas retocadas com o que está na gondola.

Leticia disse...

Retocada em cima do futum!

Que sociedade primitiva!!! Lacre só em comida, que vergonha!

Related Posts with Thumbnails