quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Vestindo o planeta

“Arlene Dahl, da Metro, mostra um belo vestido de noiva de renda chantilly branca sôbre fundo de cetim que Helen Rose desenhou especialmente para a linda artista cinematográfica. Nas mãos de Arlene pompeia um buquê de lírios e de flôres de laranjeira.”

Não é a toa que Hollywood pontuava os rumos do que se deveria trajar nas décadas passadas. As revistas de moda usavam até fotos promocionais dos filmes.

Foi um upa descobrir de onde era esta imagem. Não é bolinho cruzar informações no IMDB em filmografias com CENTENAS de trabalhos.

Provavelmente é do musical Três Palavrinhas (Three Little Words) de 1950. Estreladíssimo como convinha à Metro, com Red Skelton, Debbie Reynolds e Fred Astaire.

Essa Helen Rose foi figurinista do estúdio do leão sem seus tempos áureos. Muito adornou Elizabeth Taylor...

Imagina a importância do que era ser figurinista de Hollywood. Creio que o mundo se veste popularmente como americano até hoje graças aos profissionais daquele tempo.

Veja também:
Coristas da MGM
As muitas vidas de Leo, O Leão

31 comentários:

Leticia disse...

Vamos fazer o check-list com o traje de noiva de mamãe:

Grinalda: OK
Expressão altiva: OK
Cinturinha: OK
Jeito de carregar o buquê: OK
Corpete: marromenos, o decote de mamãe era canoa.
Saia: a de mamãe era compridona, com rabo, só de tule, moooooito mais farfalhante.
Sapato: o de mamãe era forrado com o gripir do corpete.
Perninha pra frente: não consta, a saia era comprida, como eu disse.

Miguel Andrade disse...

Letícia, o melhor foi o "Expressão altiva: OK".

Bizarro que pra minha geração, pós 80's, todas as noivas ficaram bufantes, quase como princesas cafonas.

Acho que é graças a Lady Di...

Leticia disse...

Foi o pior momento "noivas". Era realmente cafona, mesmo naquela época...

Miguel Andrade disse...

letícia, com aquela maquiagem que transformava a cara delas em manequim de vitrine, ou defuntas, sei lá! Eram bizarras.

Anônimo disse...

Acho que é chantilly e não chanti11y...

Chantilly é um tipo fino e delicado de renda.

Miguel Andrade disse...

Anônimo, errinho do OCR. Mas obrigado por estar atento e avisar!

Leticia disse...

chanti11y - OCRês
chantilly - francês
chantili - português

Miguel Andrade disse...

Letícia, tem o povês: chantiliN.

Leticia disse...

Ah, Miguel, cê sabe que não resisto a enveredar por essa seara...!!!

Alguém pode me explicar por que a coitada da écharpe virou "encharpe" aqui em SP?

Miguel Andrade disse...

Letícia,"encharpe" é de lascar!!!

Leticia disse...

Tem outra, que eu ouvi mais de uma vez mas sou incapaz de reproduzir: o jeito de falar "Veuve Clicquot".

É um mix de ignorância no francês e tentar alguma coisa no inglês. Constrangedor...

Ainda mais que as pessoas em questão têm condições financeiras de comprar a bichinha.

Como eu jamais compraria uma Veuve Clicquot porque tenho mais o que fazer com meu orçamento, me vingo: não corrijo ninguém. Só de perversão.

Miguel Andrade disse...

Letícia, mas marca ainda passa. Duro, duríssimo são palavras que há lindamente versões em português e caboclo encana com o estrangeirismo sem saber!

Leticia disse...

Ah! Outra coisa que não entendo: réchaud. Por que aqui em SP o povo fala richô? Me conta?

Miguel Andrade disse...

Letícia, e é incrível como estes erros são contagiosos!

Leticia disse...

Uma última, classisíssima: Le Lis Blanc, o que, em bom francês, sairia /Lê Lí Blánc/.

Não... As pretentendes a classe média alta borboleteiam por aí, alegres e inocentes "Lélis Blanc".

É marca, mas eu morro de vergonha.

Ah! Tem também o "cincoaséc"!!!!!

Miguel Andrade disse...

Letícia, "cincoaséc" é um mega problema! Não sei como sobrevive com esse nome e ainda cobrando preços de outros países aqui.

A de Jundiaí já se pirulitou.

Refer disse...

Acho vcs sofisticados demais...

do gramático e escritor Carlos Pereira de Magalhães, em 1907, em sua Gramática Expositiva:'Mais do que qualquer outro idioma, tem o francês concorrido para abastardar ou barbarizar a norma.'

de Ruy Barbosa: 'Patrioticamente, é preciso pronunciar erradas as palavras de origem estrangeiras.'

:D :D

Refer disse...

Acho vcs sofisticados demais...

do gramático e escritor Carlos Pereira de Magalhães, em 1907, em sua Gramática Expositiva:'Mais do que qualquer outro idioma, tem o francês concorrido para abastardar ou barbarizar a norma.'

de Ruy Barbosa: 'Patrioticamente, é preciso pronunciar erradas as palavras de origem estrangeiras.'

:D :D

Miguel Andrade disse...

Refer, e era por essas e outras que Barbosa foi referência para inteligência! :D

Leo disse...

Acho meio macabro estas noivas com cara de boneca de vitrine.

Miguel Andrade disse...

Leo, eu também. E ficam completamente diferentes do ser que são no cotidiano.

Leticia disse...

Refer, concordo totalmente com você, desde que fôssemos xenófobos como os franceses, que fazem "questã" de falar com sua própria fonética.

Mas o problema é que não somos, né? Amamos tudo o que vem de fora, o que não é um defeito. Só que pulamos a etapa do "aprender como se diz".

Eu particularmente acho isso tosco. Pode me chamar de besta.

Miguel Andrade disse...

Letícia, corrigindo, se me permite: Amamos tudo o que vem de fora, mas só se for tosco!

Leticia disse...

Verdade. Inclusive os "svaroivskis", que ouvi hoje pela manhã.

Miguel Andrade disse...

Letícia, hahahahahahahah! Imaginei tua cara ouvindo "svaroivskis"! LHUFAS!

Leticia disse...

Já fiz caras. Hoje não mais... Entrei para o movimento Cansei dos equívocos fonépticos.

Opa! Desculpe! Não era "svaroiviskis", era "svairovskis".

Uma coisa meio desvairada.

Miguel Andrade disse...

Letícia, e eles encanam com umas marcas só pq todo mundo fala. Nem conhecem outras!

Leticia disse...

O bom gosto das bichinhas de casamento corre em franca dependência do mercado chinês...

Lembra das rosas da Kátia Janine? Aquilo ENTUPIU a 25 de Março por anos, fazendo a alegria das festas...

Miguel Andrade disse...

Letícia, aquelas desbeiçadas que a Hebe achava UM ESCÂNDALO?

Leticia disse...

Sim, aquelas imensas...

Tadinho, vou te dar folga neste post. O bichinho logo some e eu ainda aqui...

Miguel Andrade disse...

Letícia, e a gente tem que ir laaaaaaaaaaá embaixo do blog. Pelo menos dessa vez não tem post com muitas imagens pelo caminho.

Related Posts with Thumbnails