quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Sou você amanhã?

Em uma de suas últimas fotos, James Dean de olho em Marlon Brando. E de se espantoso que Brando já era gigantesco em 1955.
Referencial aos novatos tendo apenas 31 anos de idade. Há os que apostam que se Dean não tivesse morrido precocemente, seria encarado apenas como mais um a tentar seguir seus passos.
E é admirável isso, gostando-se ou não de Marlon Brando. Foi reconhecido como ator desde jovem, vivo e ativo.

Veja também:
O segredinho de Marlon Brando

9 comentários:

Refer disse...

Em '55 o Marlon Brando já tinha uma filmografia respeitável, com Um Bonde Chamado Desejo, Viva Zapata!, Sindicato de Ladrões, já era modelo para qq ator aspirante.

James Dean tinha um carisma dukacete, seria um astro independente de MB, mesmo se não morresse. A moça abraçada com ele é a Pier Angeli, não é?

Miguel Andrade disse...

Refer, sim, já era disputado pelos grandes diretores. Nada arranhou a imagem dele, e ele pouco se lixava pra isso também.

Gosto muito do James Dean, sou suspeito pra falar. Mas a questão não é ser astro, é ser reconhecido como um operário da arte.

"Operário da arte" é uma expressão que ouvi Bette Davis falando uma vez. É ótima porque distingue bem celebridades de artistas. rs

Ah, provavelmente é a Pier Angeli. Bem parecida.

Pri[s] disse...

Claro que existe outra interpretação para admiração do Jimmy (sou íntima) pelo Marlon...

Claro que talvez seja mais uma dessas "lendas urbanas hollywoodianas" que são alimentadas pela imaginação do público durante anos a fio.

Talvez seja um tipo de desejo da audiência em fazer suas próprias histórias. Dois jovens lindos e apaixonados que são impedidos de ficarem juntos por causa da sociedade! Bom, esse roteiro me parece familiar...

Leo disse...

E até hoje o Brando é referência pra jovens atores que querem ser levados a sério.

Miguel Andrade disse...

Pri[s] , então... No caso de Brandon, a socidade não seria obstáculo.

Ele nunca escondeu que topava todas. E era grande o suficiente para que isso não atrapalhe a carreira.

Leo, sim, até hoje!

Refer disse...

...e o cara que o Brando está abraçando parece ser o Perry Lopez.

Miguel Andrade disse...

Refer, esse eu já não conheço.

Não sei a tua idade a sério, mas você se lembra de quando a Marilyn ou o James Dean morreram? O impacto que teve aqui no Brasil? Ou nem?

Refer disse...

Karaio, e o pior é que eu me lembro..., a exploração das revistas colocando os astros nas capas e as edições "especiais" com eles — a mesma 'explo' que se faz hoje, quando morre alguém muito famoso e cuja morte causa alguma comoção.

Perry Lopez era da entourage (tá escrito certo, Leticia?) de James Dean; o filme + célebre que ele participou foi Chinatown.

Miguel Andrade disse...

Refer, de qualquer forma, imagina se hoje em dia tivessem pessoas tão famosas quanto eles e morressem de forma estranha, como a mídia mais "evoluída" iria sapatear em cima?

Related Posts with Thumbnails