quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Segredo das rosquinhas

Adoro ler fórmula química dos produtos de limpeza quando to no banheiro, ou do que está na mesa durante o café da manhã. Mas não foi por nada disso que li os ingredientes das Rosquinhas de Coco Pullman.

Estava na verdade me deliciando com a quantidade de coco presente nos biscoitos. Industrializadas e parecem caseiras... Deve ter muito coco!

Nhammmm.... Nhammmm... Nhammmm.... Daí fui ler os ingredientes:

RÁ! Pegadinha do Malandro! Não há um só farelinho de coco em sua composição!!!

É tudo um grande truque industrial. Ou meu paladar já está corrompido pelo tabaco de um jeito sem volta.

Mas como podem nos enganar desse jeito? Não podem, nem enganam ninguém. Dá uma olhada mais atenta na embalagem.

Não se trata de rosquinhas DE coco, mas de Rosquinhas Coco. O nome próprio não diz que tem coco no produto, embora de relance, o alerta de que não tem gordura trans parece ser “de”.

No mínimo, aquele coco todo que eu percebi deve ser algum tipo de efeito placebo. Como o Tang manga, que a gente sente até mais espesso.

[Ouvindo: Blues Elena – V. Stagni]

16 comentários:

hperson disse...

Hahahaha! Sensacional! E Baconzitos não tem bacon.

Miguel Andrade disse...

Hperson, mas de Baconzitos tá na cara, né?

Leticia disse...

Outro dia vi um autor americano dando dicas de alimentação. Uma delas: só coma aquilo que apodrece.
E descobri tb. que um big mac jamais perecerá (foi a experiência de uma fotógrafa, se não me engano, inglesa).

O que põe um ser humano comum numa sinuca.

Por que aí, para você descobrir estarrecido que aqueles pacotes imensos de batata palito congelada NÃO é batata, é um pulo!

Miguel Andrade disse...

Letícia, nem as do McDonalds devem ser realmente só batatas! Impossível ninguém no planeta conseguir fazer igual a eles.

Leticia disse...

Nada! Essa fotógrafa começou a registrar, diariamente, um combinho de big mac com batatas fritas.

A única coisa que aconteceu até hoje foi que o pão meio que desidratou. O resto continua, até agora, com o mesmíssimo aspecto.

O link tá la em casa, mas tenho preguiça de procurar.

Miguel Andrade disse...

Letícia, mas que nojo! Embora as "batatinhas" sejam excelentes!

Leticia disse...

São gostosas, sim, mas suspeito que sejam 50% práááástico, e o resto nem Deus sabe.

Miguel Andrade disse...

Letíca, mesmo com todo aquele sal as formigas AMAM!

Leticia disse...

Nunca testei...

E requeijão, então, tomei implicância por esses motivos industrializados tb.

Miguel Andrade disse...

Letícia, já tirei até foto.

Requeijão nunca curti... Um gosto muito suave que não consigo achar graça.

Fabulastic disse...

Traduzindo para português: emulsificante diz-se emulsionante...

(cá na terra do Manule da padaria....)

Miguel Andrade disse...

Fabulastic, tem algumas palavras como esta, que quando vejo algum comediante fingindo ser português, fico notando as falhas.

Fabulastic disse...

Pois, parece que nem o novo acordo ortográfico nos torna mais iguais.

A propósito dessas rosquinhas, lembrei-me disto: http://www.troundup.com/2010/19/make-lemonade-from-t-shirt-hell/

Há que ver sempre tudo pelo lado positivo...he he he

Miguel Andrade disse...

Fabulastic, invenção dos diabos esta limonada!

Não sou blasê disse...

Ahahahahahahaah
Eu também leio a composição de "n" coisas.... de biscoitos a desinfetante.

Miguel Andrade disse...

Não sou blasê, coisa util, não? Pelo menos a desses biscoitos foi...

Related Posts with Thumbnails