quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Pausa para nossos comerciais

A beleza em forma nova! Nôvo sabonete Lux

À primeira vista indaguei se por ventura não haviam inventado o sabonete celular 60’s. Na linha sapato-fone do Agente 86...

Imagina o sufoco que deve ser lançar algo de novo entre os sabonetes. Novo formato de sabonete é como a reinvenção da roda.

Pelo feitio do anúncio, dá pra perceber que antes eles deviam ser quadrados, e portanto, deslizavam menos nas formas de qualquer ser humano. Pareciam sabão de lavar roupa, embora corríamos menos o risco de derrubar o sabonete no banho coletivo...

O texto exalta terem precisado de um artista pra fazer isso... Ao final ainda relembram se tratar do sabonete das estrelas, em 4 maravilhosas cores.

E o que adiantam as cores se a espuma será sempre branca? Mas isso já é filosofa demais.

[Ouvindo: La Femme Est Faite Pour L'homm - Arletty]

6 comentários:

Leticia disse...

Tem teoria semiótica sobre o valor que os produtos e sua propaganda davam à espuma a partir de certo momento no final da primeira metade do século XX.

Antes disso, o babado da limpeza, seja de gente ou de roupas, estava no esfrega-esfrega, na coisa mecânica. Depois, o deslumbramento da ação química, representada pela espuma.

Hoje é o caráter emoliente/ hidratante. Mas, como os próprios Doves da vida comprovam, sabonete é sabonete. O uso solitário resseca que é uma beleza. Tem de passar creme depois.

Mesmo assim, adoro sabonete. Os antiguinhos, como os da Granado, da Phebo e da Kanitz. Mas aceito de bom grado um L'Occitane da vida...

Miguel Andrade disse...

Letícia, por isso que as propagandas antigas anunciavam a espuma embelezadora!

Leticia disse...

Opa! A espuma era novidade. Ela e seus efeitos milagrosos foram explorados à exaustão.

Miguel Andrade disse...

Letícia, e venceram... Tanto que normalmente o povo reclama se não fizer espuma.

Leticia disse...

Exato!

Miguel Andrade disse...

Letícia, queria pesquisar sobre isso. campanhas de marketing tão vitoriosas que perduram por décadas.

Por exemplo, já li que o hábito de tomar café dos americanos é graças a campanha que o governo do Brasil fez lá em tempos remotos.

Related Posts with Thumbnails