terça-feira, 14 de setembro de 2010

O pop que sua família merece

Melhor nome para um sabão em pó não há, hein? Como aquele refresco Camp, como se numa dispensa pudesse haver algo mais camp que pozinho químico com pretenso sabor de furta.

Patota mais nova vê essa foto e pergunta se tem mesmo um sabão em pó chamado Pop ou é montagem. Nunca mais o vi à venda, mas existiu por um bom tempo.

Fotografei esta embalagem em 2001, pro folheto de promoções de um supermercado. O que a gente não faz pra sobreviver nessa vida?

[Ouvindo: Kerry Dance – Roy Lanham]

26 comentários:

José Maria Lobato disse...

Olá, e o peso, 900 gr. bem incomum, costumam vir em kilos ou 1/2 kilo, mas 900 gr. nunca vi, eheheh!!! Abraço, Zé Maria

Miguel Andrade disse...

José, NUNCA tinha reparado nisso! Mas é verdade, vinha menos, mas a embalagem era do tamanho comum...

Leo disse...

A embalagem de fato parece d mentira, achei com cara de objeto cênico de seriado 60s sei lá pq. Mas o nome realmente é ótimo.

Miguel Andrade disse...

Leo, e aquele arco-íris de fundo? rs

Leticia disse...

É mesmo, a safadeza dos 900 g! Não é à toa que faleceu...

Miguel Andrade disse...

letícia, e lembro que era bem ruim. Tipo, minha mãe nunca abriu mão de Omo por ele.

Leticia disse...

Sabe que há outros sabões em pó tão bons como Omo. É questão de testar.

Mas o babado é a pré-lavagem. Descobri isso a duras penas, apesar de minha mãe sempre falar. (Mas isso não quer dizer que eu tenha passado a me dedicar às artes do tanque...)

Tá bom, só de vez em quando!

Miguel Andrade disse...

Letícia, mas marketing é marketing!!!

Lavar roupa é bacana, o triste é passar...

José Maria Lobato disse...

Olá de novo,,, pois é, se calhar as 900gr derivam de alguma conversão de Libras ou Onças para Kilos, sei lá,,, e mantiveram a mesma embalagem com a conversão, será????? Abraço, Zé Maria

Miguel Andrade disse...

José, não! No Brasil são gramas mesmo a medida usada! Mas nenhum sabão tem 900 gramas apenas.

A questão é que a caixa era do tamanho dos concorrentes com 1 kg...

Leticia disse...

Miguel, o triste é pendurar, guardar nas gavetas...

Mas tinha aquele negócio de que cada tipo de produto deveria padronizar a quantidade pra não confundir o consumidor.

Agora... humpf! Cada um faz o que lhe apraz pra enganar os trouxas...

Miguel Andrade disse...

Letícia, preciso arregaçar as mangas e dar um jeito na roupalhada daqui. Tô naquelas de ir passando conforme preciso usar...

Leticia disse...

Estou numas de pendurar esticadinho pra não precisar passar...

Miguel Andrade disse...

Letícia, eu também, mas algumas roupas não dá! ODEIO vida doméstica!

Leticia disse...

E eu, Miguel! E me irrita quem leva isso como sacerdócio...

Miguel Andrade disse...

Letícia, queria MUITO ficar rico e poder contratar uma faz tudo, 24 horas pra resolver minha vida.

Leticia disse...

Eu são tão botocuda que não aguentaria dividir minha casa com um ser estranho. Vivi isso há duas semanas lá no Rio e definitivamente não gosto.

Eu gostaria mesmo é de me dispor a fazer essas coisas. Meia horinha por dia e tudo ficaria muito bem aqui em casa.

Miguel Andrade disse...

Letícia, eu tb, mas amaria agora, por exemplo, me levantar da cama e ter um belo café da manhã!!!

Leticia disse...

Eu amaria não ter de sair agorinha pra resolver uma pendência vulgar!

Miguel Andrade disse...

Letícia, e eu em sair só pra comprar cigarro! :-/

Mamme teria que me providenciar os cilindros cancerígenos diários. Of course!

Leticia disse...

Andei comprando de pacote, mas me pilhei indigna, decadente e mofada. Como abriu um café française aqui embaixo no prédio, agora vou comprando de dois em dois maços...

Miguel Andrade disse...

Letícia, eu tb vou de dois em dois.... Mas meu bairro é daqueles residenciais sem NADA de comércio perto. Preciso deeeeeeeeeeeeeescer a rua e depois subiiiiiiiiiiiiiir a rua!!! D:

Leticia disse...

Escravidão! O ideal seria um dispenser eterno, como desses de copo de plástico.

Miguel Andrade disse...

Letícia, seeeei!!! Que maravilha seria! Deixaria na sala ao lado do sofá.

Era só puxar os tubinhos...

João Paulo Prestes disse...

Eu me recordo vagamente dessa marca de sabão em pó. Era fabricada pela finada Orniex, a mesma fabricante do lendário Odd. O produto sobreviveu no mercado até meados dos anos 2000, e passou a ser fabricado por uma multinacional chamada Procter & Gamble, que incorporou o portfólio da Orniex e parte da Bombril, no processo de globalização das marcas (parece um conceito complexo de administração, né?!).Pois bem. O que me intrigava nesse sabão em pó era a alusão ao arco-iris, no sentido de dizer que o produto não só lava, como também "traz um colorido à vida". Esses produtos de marketing e seus clichês...

Miguel Andrade disse...

Incrível como a embalagem não tem nada mais além do logo e a quantidade do produto.

Muito boas tuas observações e infos!

Related Posts with Thumbnails