terça-feira, 28 de setembro de 2010

Da natureza dos homens

Veja no vídeo acima, ou clicando aqui, uma das interpretações mais fantásticas já registradas por uma câmera. Lon Chaney fumando com os pés (!!!) em O Monstro do Circo (The Unknown).

Dirigido em 1927 por Tod Browning, o mesmo de Drácula de 1931 (com o Bela Lugosi) e Freaks (1932), é o que se pode chamar de filme mudo do barulho! Tão fantástico que dificilmente me lembro que é da fase silenciosa do cinema.

Isso se deve muito à presença de Lon Chaney, um maluco da arte de interpretar! Ele é o estrangulador de seis dedos que se refugia em um circo como “O Homem Sem Braços”.

Esconde seus membros de todos, o disfarce perfeito para quem é hábil em apertar pescoços até a morte. Como nada é perfeito, acaba por se apaixonar pela filha do dono do circo, interpretada por Joan Crawford na flor da idade.

A garota está de olho também no Homem Forte, bem mais bonitão, só que tem um porém: Tem fobia do toque de homem! Portanto, enquanto ela for doente, o falso deficiente tem bem mais chances.

O conflito surgirá não apenas do triangulo amoroso, mas do que pertence à natureza de cada um, do que é adquirido e do que pode ser alterado. Diabolicamente humano!

Não deixe de assistir pelo menos ao trecho no vídeo. 83 anos e inteirão!

[Ouvindo: Por el Suelo – Manu Chao]

10 comentários:

DAVI VALLERIO disse...

vou baixar agora!!!se eu achar logico...mas vc devia estar ouvindo..."jogue suas mãos para o céu..." em vez de Manu Chao

Miguel Andrade disse...

Davi, acha acho que fácil, se bem que lançaram em DVD, mas naqueles edições toscas e caras.

Hehehe

DAVI VALLERIO disse...

tipo art toy?

Miguel Andrade disse...

Davi, pior... Daquelas que cheira a falta de pagamento de copyrights.

Leticia disse...

Vixi, como é a cara do Chico Buarque!

Miguel Andrade disse...

Letícia, não acho, não!

BLOB disse...

Assisti anteontem esse filme! Simplesmente uma obra-prima!!!

Miguel Andrade disse...

Blob, é mesmo... E aquele final ASSUSTADOR?

Leticia disse...

Ah, eu achei. E gostei do detail de o maço, ou o que seja, estar com os cigarros à mão ao contrário. Assim fica mais fácil!

Miguel Andrade disse...

Letícia, não tinha reparado nisso. E ele chega a tocar violão no filme... Tipo, filme mudo, mas ele maneja bem com os pés.

Imagina o que ele teve que treinar?

Related Posts with Thumbnails