quarta-feira, 14 de julho de 2010

Parque temático da mitologia e demência

Momento acredite se quiser! Em Singapura existe este Tiger Balm Gardens/Haw Par Villa Park, que nada mais é do que um parque temático sobre mitologia e demências lendárias da China.

Inaugurado por particulares em 1937, para celebrar a cultura local, foi mais tarde vendido à câmara de turismo local. Acabaram trocando algumas das figuras freaks por atrações normais de parque de diversão.

Entre as que sobraram, tem esta cena da moça amamentando o idoso, enquanto uma criança assiste. Parece que é filha, pai e neto.

Na parte das ameaças aos que vivem de forma errada, um passeio pelos Dez Tribunais do Inferno! E a gente aqui no cristianismo, aguardando apenas a eternidade num caldeirão fervente...

Esqueça o Mickey e toda a magia dos bichinhos fofinhos da Disney nas próximas férias! Clique aqui para ver muitas outras fotos.

Um oferecimento Weird Asia News

[Ouvindo: High Energy – Evelyn Thomas]

11 comentários:

Glauco disse...

Por favor, não deixem que a onde do conservadorismo, do politicamente correto e coisas do tipo chegue a Singapura!

Miguel Andrade disse...

Glauco, jamais! Onde que vão levar as criancinhas pra passear num domingo ensolarado?

Deniac disse...

"Incriviu"!

Miguel Andrade disse...

Deniac, bota incriviu nisso! :D

Too-Tsie disse...

Falta uma coisa dessas aqui no nosso país né? Eu certamente visitaria.

Miguel Andrade disse...

Too-Tsie, falta! Uma Cidade da Criança macabra.

Refer disse...

Trata-se da representação de uma lenda: um homem é preso e condenado a morrer de fome; na prisão ele é visitado pelo filho e pela nora, os guardas cuidam para que o casal não leve alimentos para o preso. Depois de um tempo ele é libertado, porque milagrosamente sobreviveu muito tempo sem comer nada. Durante as visitas ele era secretamente alimentado com o leite da nora.

Há várias versões dessa história; aqui o quadro de Rubens 'Roman Charity', "ilustrando" a versão escrita por Boccaccio.

http://en.wikipedia.org/wiki/File:Roman_Charity_-_Pieter_Pauwel_Reubens.jpg

Miguel Andrade disse...

Refer, que legal isso! Eu não conhecia, obviamente!

Refer disse...

Em Roman Charity, a versão de Boccaccio, homem é alimentado pela filha. Em Vinhas da Ira, Steinbeck, há uma passagem semelhante.

Não tem sacanagem na parada. Morô?

Igres Leandro disse...

Quase um tokusatsu! Bizarro!

Miguel Andrade disse...

Igres, bem bizarro mesmo!

Related Posts with Thumbnails