terça-feira, 4 de maio de 2010

... É assim que você se QUER VER!

As madrinhas iam vestidas de véias coadjuvantes de Hollywood? Norma Vardem feelings! Clique na imagem ao lado para ver maior.

E a julgar pelo Jornal das Moças, as mocinhas 50’s não faziam outra coisa. Nasciam pra esperar o grande dia de usar flor de laranjeira.

Pelo menos nos exemplares que eu tenho só há dicas fabulosas para o casamento. Mas nem uma só linha para o que vem depois da cerimônia, se é que você me entende.

Pode ser que a pessoa que os guardou por décadas, tenha tido predileção por exemplares com o tema matrimônio. Perguntei pra tiazinha do sebo se ela poderia arrumar mais.

Pela engasgada na resposta, a dona original das revistas nem deve estar mais entre nós. A gente guarda tanta tranqueira por anos e anos e assim que se sobe no telhado tudo é desfeito a preço de amendoim torradinho...

Veja também:
Esquadrão Rayol
Número especial das noivas


[Ouvindo: Cavallina A Cavallo - Ilona Staller]

8 comentários:

Charles Bonares disse...

Casamento pode não ser a melhor coisa da vida, mas passar a vida adulta sem ele é como passar a infância sem brincar, a adolescência sem porre, a velhice sem sabedoria.

Miguel Andrade disse...

Charles Bonares, tenho minhas dúvidas...

Leticia disse...

Emprestando-lhe um tom versátil...

Miguel Andrade disse...

Letício se fizer frio a senhoUra já tem com o que se agasalhar! :D

Refer disse...

Havia no casamento a figura da Dama de Honra (não há mais??) que participava do casamento muito mais emperiquitada que as madrinhas. Rolava uma superstição: quem fosse convidada para Dama de Honra morria solteira.

Tenho exemplo na família: tenho uma tia que é solteirona desde que nasceu. Saca o tipo? Tem 20 anos de idade mas tem cara, postura jeito e até NOME de solteirona.

Essa tia foi Dama de Honra de vários casamentos, na casa dela há fotos enquadradas com ela paramentada de Dama de Honra. Está com quase 80 anos e está solteira até hoje.

BTW o nome dela é Primorosa.

Miguel Andrade disse...

Refer, acho que ainda há. Mas são criancinhas e nunca ouvi falar dessa superstição. Que medo!

Eu fui daminho de honra uma vez... :-/

Refer disse...

Daminho de honra? Puta mico! Que constrangimento. Criança sofre.

Miguel Andrade disse...

Refer, mas eu tava feliz na função... Tinha a novinha e eu era o noivinho carregando alianças.

Devia ter uns 8 ou 9 anos pq me lembro bem do dia.

Related Posts with Thumbnails