segunda-feira, 31 de maio de 2010

Demented forever

Se menos ocupado eu fosse, um tiquinho menos, sairia gerando arruaça em blogs que promovem o mau cinema. Montaria uma cyber ganguinha em prol do cinema de verdade tal e qual o Cecil B. Demented do filme de 2000.

“Quê? Sex an the City 2? O primeiro não era descartável o suficiente?” ou “Mesmo um lixo você gasta todo esse tempo falando mal, com tantos outros filmes relevantes que não ganharão uma só vírgula de promoção!”.

Com coisas medíocres o ideal seria simplesmente ignorar já que falando bem ou mal se está ajudando para que tamanhos abacaxis existem. Mas não há campanha de marketing, por mais forreca que seja que essa gente não caia feito um pato!

A tal da necessidade de pertencer a um determinado grupo prevalecendo sobre a vontade própria do indivíduo. Quanto mais fácil for o conteúdo mais agregará consumidores.

Época de Mostra Internacional de Cinema todos se matam pra ver quem comenta primeiro qualquer produção vinda de países que se bobear nem saneamento básico possuem. Nos outros meses do ano juntam-se numa corrente pelo que Hollywood faz de pior.

“Não é a continuação de mais um filme com adulto fantasiado de palhaço com super poderes que está errada, mas é você! TONTO! Não só pagou pra ver isso como a está propagando!”. Trollagem com causa nobre é isso aí!

A foto maior é um oferecimento Ainda Não Sei o Que Escrever

2 comentários:

Ruy disse...

Adoro esse filme. Acho genial a sequência dos créditos inicias mostrando as milhares de continuações imapgáveis (Forrest Gump II, hahahaha).

Abraço

Miguel Andrade disse...

Ruy, eu também! Super me identifico com tudo nele! :D

Sim! E a música do Moby reaproveitando trechos de trilhas sonoras desses filmes babas.

Related Posts with Thumbnails