quarta-feira, 21 de abril de 2010

Mãe Dináh do cine BR

A certa altura de Eu Faço... Elas Sentem (1975), em celebração à exibição gratuita de algumas muxibinhas, Antônio Fagundes ficará só de cueca. E ela será vermelha!

Juro que tal previsão é baseada puramente em meu poder clarividente. Infelizmente, nunca assisti a tal gema da cinematografia brasileira.

Bons tempos aqueles em que filmes nacionais não abriam mão das reticências em seus títulos. Deliciosamente espirituosos três pontinhos: “Vontade de Dar a B...”, “A B... Profunda”, “A Galinha da B... de Ouro”, “O Que Não Falta... Abunda!”.

Veja também:
Benício, o homem dos milagres


[Ouvindo: Marty Robbins - The Hanging Tree]

12 comentários:

Leticia disse...

Quem vê o cara hoje, respeitável, todo enfronhado com elucubrações teatrais, hein?

Miguel Andrade disse...

Letícia, touché que eu penso na mesma coisa! Hahahahahaha

Pra mim, Fagundão se ferra exatamente por se levar a sério demais!

Refer disse...

Esse cara quando era jovem e magro (acreditem, ele já foi jovem e magro) era parecido comigo. Eu ficava no cinema incomodado 'putz, esse corno é a minha cara!'. Talvez nem fosse tanto, mas eu achava que era. Vejo o sujeito hoje,acabadão, a manguaça é phoda. Graças a deus, não parece mais nada comigo.

Miguel Andrade disse...

Refer, aaaaaaaaaah! Tem gente querendo conquistar as donas de casa frequentadoras do La Dolce!

Leticia disse...

Você imagina, se o Fagundes é "acabadão", como deve ser o Refer? Hein? Hein?

Miguel Andrade disse...

Letícia, GATÃOOOOO!!!! A Neusa, esposa dele, que o diga... Hahaha

Leticia disse...

Éééé... Eu sei também que é a Neusa que leva ele pra lá e pra cá porque o fofo não dirige!

Miguel Andrade disse...

Leticia, é? Isso eu não sabia! Santa Neusa!

Anônimo disse...

Nesse tempo em que AF tinha uns 20 verdes anos, ele só fazia cinema, ninguém conhecia. Eu 'conhecia' de ver os filmes — assistia a todos os filmes nacionais - ganhei o troféu O Saco de Ouro. Quanto a ser gato, devo dizer que não sei como virei a ruína que sou hoje. Não mexam com a dona Célia, que a patroa é pinta braba. D. Célia não dirige pra mim, quiéisso! De vez em quando fica com dó e me dá carona. :)

Miguel Andrade disse...

Refer.... Anônimo mas só pode ser você!

Vi muita coisa nacional numa locadora que era assim "alugue um lançamento leve de graça outro do acervo". Passei a prateleira dos nacionais a limpo.

A maioria Globo Video...

Leticia disse...

Agora ele está desfazendo...

Agora, sério, eu lembro do Fagundes na Tupi... Aliás, eu lembro do Tony Ramos, da Irene Ravache, tudo na Tupi. É uma das vantagens de ter 46 (além de ter fugido da patrulha petista, claro).

Miguel Andrade disse...

Letícia, Tupi pra mim é só história.

Related Posts with Thumbnails