domingo, 31 de maio de 2009

Rico em cálcio e ômega 3

Farejo um filhote de Lagoa Azul sem Brooke Shields ou perigo de acasalamento heterossexual em praias paradisíacas. Se bem que o pôster deste Shark Boy (Beyond the Reef, 81) que eu vi no IMDB tem sim a presença de uma guria.

E que peninha desse Dayton Ka'ne! A carreira parou aí mesmo. Mas ele ainda ta vivo pelo menos.

Lamento também esse filme não ter feito muito sucesso. Poderia ter ganhado versão brasileira nortista (Charque Boy), assim como Tubarão virou fabulosamente Bacalhau.



Veja também:
Aguenta Tesão (O ETesão)


[Ouvindo: This is Rock'n Roll – The Kids]

Como seduzir um ladrão


A magnata - e CASADA!- Gaby (Hedy Lamarr) bota fé nos atributos que podem interessar á Pepe le Moko (Charles Boyer).

Veja também:
Charles Boyer, romântico como na ficção


[Ouvindo: Star 69 – Fatboy Slim]

sábado, 30 de maio de 2009

Grátis: Mulheres em vias de fato!


De mulher pra mulher. Selecionei alguns dos momentos mais brilhantes dessa incrível arte que é confrontar duas damas com idéias opostas.

Retire as crianças da sala e assista a esta exclusiva produção La Dolce Vita!

[Ouvindo: The Lady Is A Tramp – Frank Sinatra]

Surpreenda seu amor

Du-vi-de-o-dó que você encontre presente mais inusitado que este para o dia dos namorados! Ainda por cima é útil... E um charme!

Não é brincadeira! Vende mesmo na Amazon por apenas $5.31! Veja aqui esta pechincha.

Veja também:
Mais vida às suas chinelas


[Ouvindo: Just Like Roses – The Cruzados]

Pausa para nossos comerciais


Teste! E veja a grande diferença de imagem da TV Standard Electric Super-Constellation

Precisava de muuuuuita imaginação pra assistir TV na primeira imagem. Se bem que em 1955, apenas 5 anos após da inauguração da Tupi, esse tipo de imaginação era exigida de pouquíssimos brasileiros.

Creio que tudo era “Constelletaion” naquele tempo. De modelo de televisor a avião que levaria os sonhadores aos EUA (leia-se Hollywood).

E não entendo como se leva super a sério a qualidade da transmissão. Muito mais do que o conteúdo que ela exibe. Cresci vendo minha mãe e meu tio disputando em qual casa pegava melhor a Globo.

Televisores são ótimos monitores para se assistir DVD. Exceto isso, uso anteninha interna de R$ 1,99 e olhe lá...

[Ouvindo: Roti Kapada – Mahendra Kapoor & Chandrashekhar Gadgil]

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Hoje tem fritada


“O rabo vou deixar pra comer por último...”


[Ouvindo: Anthem – N.A.S.A.]

Se a memória não me falha...

Encontrei este calendário servindo de marcador para meu livro de boas maneiras da Célia Ribeiro. E por Deus! Tenho memória ótima pra momentos e lugares, mas não faço patavina de idéia de quando estive num estabelecimento chamado Toninho’s Bar!!!

Nem tão pouco já ter estado em Taquarivaí. É caminho pra Itapeva (onde cresci), segundo a Wikipédia tem 5.189 habitantes e seu nome no Tupi significa "taquara fina da beira do rio".

Toninho’s Bar usando Iemanjá de estampa de calendário em 94 deve ser um ambiente muito auspicioso. Embora eu duvide que Taquarivaí – São Paulo signifique que o senhor Antônio possua filial na capital.

Veja também:
Folhinha franciscana


[Ouvindo: Dr.No’s Theme – John Barry]

Franklin Toscano é trés chique

Franklin Toscano é uma indicação do jornalista Renzo Mora, que não sei por que previu que eu me tornaria fã do cara! Sempre de elegantíssimo smoking, não há evento na High Society da antiga capital nacional que não conte com sua cobertura.

Rei do capslock on, o colunista social reproduz tudo em seu ilustre blog. De Dona Lili Marinho, aparentemente tendo um chilique numa exposição de roupa, à ex senhora Roberto Carlos abraçadinha ao padre galã Fábio de Mello. Ave Maria!

Pode servir também como aquelas colunas saudosista do tipo “por onde anda?”. Vi um rostinho que deve ter sido promessa de galã na Globo há uns 20 anos, Fernandinha Abreu, Lula e Juba reunidos again...

Numa das fotos achei que era a Carlinha Perez (nossa Cinderela Baiana favorita!) pós aquela plástica nasal. Qual o quê! A legenda diz (em caixa alta sempre): ANNHY KIMELBLAT E ANDREA NACHBAR. Confesso o copy paste, porque não sou louco de tentar digitar nomes tão complexos assim.

Como praga de urubu não pega em cavalo gordo, já dizia o finado Ibrahim, o blog do Franklin Toscano é lugar pra sorrisos. E a nata lá tem motivos pra outra coisa? Luxo! Luxo!!!

E dá-lhe estampa de oncinha pra cá, vestidos contendo no mínimo quatro cores berrantes pra lá. O Rio de Janeiro continua lindo!!! Veja com seus próprios olhinhos de plebe.

A foto ilustrativa foi retirada da própria página do FT

[Ouvindo: Dead Meat – Sean Lennon]

As Certinhas do La Dolce

Lucélia Santos


Lânguida.


[Ouvindo: Last Dance – Donna Summer]

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Livros proibidos da vovó


Este site aqui tem centenas e centenas de capas de literatura pulp. Foi um upa selecionar as melhores pra colocar aqui.

Triste que estão numa daquelas páginas caquéticas, onde não é possível salvar nada. Mas quem usa Firefox não se aperta...

Veja também:
Pulp fiction para rapazes de fino trato
Mais capas de pulp fiction


[Ouvindo: Cross Talk – Francis Coppieters]

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Dona Isabel, a tímida infiel


Exclamaria a Palmirinha Onofre: Minhas AMIGA dona de casa!!!!

Se a senhora fosse flagrada assim, em vias de praticar o carrossel holandês com o amante, iria se lembrar de cobrir os peitinhos?

A foto sem a tarja está aqui. Afinal, este é um blog estritamente familiar, que ao contrário da Dona Isabel, preza pela moral e bons costumes.

[Ouvindo: Jungle Baby – Erlando, Juan & His Latin Band]

Deu a louca no Photoshop

No começo da semana foi a capa da Veja com a mocinha vestindo alface pretensiosamente tentando lembrar Marilyn Monroe. Parece resultado de um grave acidente automobilístico.



Hoje o povo no Twitter foi á loucura com a revista Crescer. Olha o que fizeram na cara dessa menina!!! E de onde sai a cabeça da mãe dela?


É feio ficar apontando erros alheios... Mas vem cá, antes das revistas de editoras do porte da Abril ou Globo irem á banca não precisam passar por um monte de gente que dará “ok”?

Ou a pressa é mesmo inimiga da perfeição ou apostaram demais na miopia dos leitores. E depois a gente ainda ri bastante com isso que você vê clicando aqui!

Veja também:
Jogo dos 7 erros


[Ouvindo: In Advance [Re-Edit] – Lavin, Pierre Pop Band]

Happy Birthday, Vincent Price!


Raios e trovões!!! Hoje, 27 de maio, Vincent Price completaria 98 anos de idade. Falta pouco pra se celebrar seu centenário.

Ator norte americano, já era consagrado no teatro ao tentar carreira em Hollywood. Trabalhou com grandes atores em produções renomadas como Os Três Mosqueteiros, Meu Reino Por um Amor e Laura, mas quase sempre em papeis secundários.

Sua sorte mudou ao estrelar para a Warner Bros Museu de Cera (Wax Museum, 53). Para brigar contra a chegada da TV o filme estreava a tecnologia 3D. Tremendo sucesso que levaria Price a papeis de protagonista em inúmeras películas de horror.

Sempre se reinventando, na década de 60 assinou contrato com a American International. A partir daí, fazendo quase todas as adaptações de Roger Corman para Edgar Allan Poe, foi alçado ao patamar iconográfico, lado a lado com Bela Lugosi e Boris Karloff.

Na década de 80, renasceu para uma nova geração ao narrar e dar a famosa gargalhada final no videoclipe Thriller de Michael Jackson. Faleceu em 93, tendo aparecido pela última vez como o cientista pai e criador de Edwad Mãos de Tesoura, que deixa a obra inacabada. Digno!

Para comemorar seu aniversário postei o trailer de Theater of Blood (Teatro da Morte/As 7 Máscaras da Morte, 73), legendado em português. Um de seus trabalhos que mais gosto.

Price faz um ator canastrão shakespeariano que, revoltado com os críticos que detonam suas montagens, simula a própria morte para assassinar um a um conforme as peças do autor. O doce sabor da vingança!

Veja também:
As adaptações de Roger Coman para Poe
Filmes de Vincent Price no Cinemorama


[Ouvindo: Crash Course – Keith Mansfield]

Ladies and gentlemen:


Risque da lista de talentos inúteis a habilidade circense de engolir espadas...

[Ouvindo: Assault Course – Johnny Pearson]

terça-feira, 26 de maio de 2009

Caça ao tesouro


Nicole Puzzi na noite de autógrafos de sua biografia, sabe o bom Deus em que ano da década de 90. Se atente ao subtítulo, minha filha! “A verdade por trás das câmeras”.

Aonde que vende esse livro que nunca encontrei? Farejo algo no gênero daquele da Adelaide Carraro que já postei a capa aqui.

De hoje em diante vou vasculhar tudo quanto é sebo que encontrar pela frente. Se achar o da Puzzi ou aquele onde Marta Rocha conta ter feito mais de 9 abortos será dia de festa!

P.S. 20h14: Nem precisei bater perna! Tem no Submarino por R$ 7,80 junto com os de auto-ajuda também de sua autoria. Tô de olho no "Do Lago da Depressão Para o Rio da Alegria".

Veja também:
Foto promocional de Eu
Liz Renay: Vivendo desesperadamente
O que terá acontecido a Germano Vezzani?
Odete Lara - Eu Nua


[Ouvindo: Second Cut [Re-Edit] – James Clarke]

Alimentando bocas de Matilde


A gente sabe que esse planeta é mesmo um pandeiro quando vemos uma imagem como esta. Ou quando entramos num portal como a Folha Online e nos deparamos com a chamada: Junior Lima –“Dei motivos para acharem que sou gay", diz cantor.

Pela claquete, Spock e Kirk deram motivos numa cela em 1967. E ainda nem conheciam 69...

A foto é um oferecimento Queer the Pitch

Veja também:
Star Trek - A antepenúltima fronteira
Mr. Spock's - Music From Outer Space
Tenha legítimas orelhas Spock


[Ouvindo: Freeway to Rio – Les Baxter]

Quando o crime compensa


Diga-se de passagem: Alfred Hitchcock notável diretor de filmes de suspense e de marketing. Tai um cara que soube capitalizar a fama.

Discos, joguinhos, revistas, e o que mais era possível em seu auge de popularidade foi comercializado. Até no Brasil, como se vê nesse Caderno Rubro.

Veja também:
Ed Gein: mais macabro que a ficção
O Crime que Abalou Hollywood
De pin-up dos infernos à marco científico
Times Square: Encruzilhada do Pecado
Boas garotas vão pro céu


Mais Hitchcock no marcador Hitchcock

[Ouvindo: Funky Express [Re-Edit] – Duncan Lamont]

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Faça-me a pergunta


“Mas ela tem 20 sucessos?”. Não há cristão que eu mostre este CD que não indague isso!

É uma meia verdade. Reúne a primeira faixa do lado A de vários vinis da Gretchen.

Tem Melô do Piripipi, Melô do Xique-Xique, Freak Le Boom Boom, Mambo Mambo Mambo, Cha Cha Cha Boom Boom e claro, Conga Conga Conga. Só não tem Gretchen E Os Três Patinhos, o que é lamentável.

E gosto dela. Só não gosto dela ter acreditado no hype retrô a ponto de voltar à ativa. Devia ter ficado tomando drink colorido à beira da piscina, vivendo de copyrights.

O melhor é que foi minha mãe quem me deu este CD. Deve ter achado numa baciada. Pra você ver o juízo que a véia faz de mim...

[Ouvindo: Flor da Idade – Chico Buarque]

Related Posts with Thumbnails