quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Pausa para nossos comerciais


Elisabeth Savalla: “Na Belina eu me sinto em casa.”

Pura verdade! Raro anúncio estrelado por celebridade cujo slogan dá pra acreditar.

AMAVA ir de Itapeva (SP)ao Rio de Janeiro no chiqueirinho da Belina do meu Tio. Cabia esticadinho como se estivesse na minha cama.

Só abria os olhos ao passar pela Editora Abril, e logo depois pra ver o PlayCenter. Quilômetros e mais quilômetros de puro conforto.

Apartheid infantil como viajar no chiqueirinho era batuta. A gente (escadinha de irmãos) só reclamava quando em jantares de adultos ficávamos relegados á mesinha da cozinha.

[Ouvindo: Rockin' Over The Beat - Technotronic]

2 comentários:

Refer disse...

Conheci Elizabeth Savalla antes dela ser 'celebridade'. O pai dela tinha uma gráfica em Pinheiros com a qual eu tinha contato e, por acaso, fiquei amigo de um tio dela. Eu tinha uns 20 anos, na época, ela devia ter uns 14, 15. Era linda, a fdp. Depois, enfeiou barbaramente. A carreira foi rápida: num dia estudava teatro, no outro estava numa telenovela global e casada com Marcelo Picchi.

Envelhecer é juntar lembranças.

Miguel Andrade disse...

Refer, legal! Não a acho feia, acho comum.

Related Posts with Thumbnails